David Goldman/AP
David Goldman/AP

Djokovic vence alemão e vai à 3ª rodada do US Open

Sérvio encontrou seu melhor tênis e venceu por 3 sets a 0, parciais de 7/6 (7/2), 6/2 e 6/2

AE, Agência Estado

30 de agosto de 2013 | 16h29

NOVA YORK - O sérvio Novak Djokovic não precisou suar muito para confirmar seu favoritismo e despachar o alemão Benjamin Becker nesta sexta-feira. Depois de um primeiro set complicado, o cabeça de chave número 1 encontrou seu melhor tênis e venceu por 3 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/2), 6/2 e 6/2. O resultado levou-o à terceira rodada do US Open, último Grand Slam do ano, que está sendo disputado na cidade de Nova York.

Agora, Djokovic espera o vencedor do confronto entre o finlandês Jarkko Nieminen e o português João Sousa para conhecer seu adversário. Diante de Nieminen, o sérvio leva vantagem nos confrontos, com quatro vitórias em cinco partidas. Mas contra João Sousa ele nunca jogou.

A vitória fez Djokovic seguir vivo na busca por seu segundo título no US Open, que seria o sétimo em Grand Slam. Ele venceu em 2011 em Nova York, mas no ano passado foi derrotado pelo britânico Andy Murray na final.

Nesta sexta, o sérvio fez um primeiro set extremamente equilibrado diante do alemão, que pareceu desanimar após perder a parcial no tie-break e não ofereceu a mesma resistência no decorrer da partida. Djokovic disparou 13 aces no total, além de ter encaixado 40 winners, números que impulsionaram a vitória.

OUTROS RESULTADOS

Cabeça de chave número 12, o alemão Tommy Haas também avançou à terceira rodada do US Open nesta sexta-feira. Ao contrário de Djokovic, ele teve dificuldade no set final, mas também eliminou seu adversário, o taiwanês Lu Yen-Hsun, em três sets: 6/3, 6/4 e 7/6.

Tommy Haas já sabe seu adversário na sequência da competição, e será o russo Mikhail Youzhny. Cabeça de chave número 21, Youzhny não deu muitas chances para o ucraniano Alexandr Dolgopolov e também venceu por 3 sets a 0, com parciais de 7/5, 6/1 e 6/3.

Em outros jogos já encerrados, o francês Julien Benneteau, 31.º entre os favoritos, bateu o seu compatriota Jeremy Chardy por 3 sets a 0, com parciais de 6/4, 6/3 e 6/4. Já o espanhol Marcel Granollers suou muito, mas conseguiu a vitória sobre o norte-americano Rajeev Ram em cinco sets, de virada: 3/6, 4/6, 6/2, 6/3 e 7/5.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisUS OpenNovak Djokovic

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.