Lional Cironneau/AP
Lional Cironneau/AP

Djokovic vence de virada de novo e avança em Montecarlo

Segunda vitória consecutiva leva o tenista sérvio para a disputa das quartas de final do torneio

AE, Agência Estado

18 de abril de 2013 | 12h45

MONTECARLO - O sérvio Novak Djokovic voltou a sofrer como na estreia, mas confirmou o seu favoritismo diante do argentino Juan Monaco, nesta quinta-feira, e foi às quartas de final do Masters 1.000 de Montecarlo. Em sua segunda vitória consecutiva de virada, o líder do ranking mundial derrotou o rival por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/2 e 6/2, em 2 horas e 2 minutos de confronto.

Na estreia, Djokovic também precisou jogar três sets para bater o russo Mikhail Youzhny, na última quarta, quando mostrou ainda não estar plenamente recuperado de uma torção no tornozelo sofrida no confronto entre Sérvia e Estados Unidos pela Copa Davis, no domingo retrasado. A lesão chegou a colocar em dúvida, inclusive, a sua participação no torneio disputado no Principado de Mônaco.

Com a nova vitória de virada, Djokovic enfrentará na próxima fase o vencedor do duelo entre o argentino Juan Martín del Potro e o finlandês Jarkko Nieminen, também programado para ser encerrado nesta quinta-feira.

Djokovic acumulou nesta quinta a sua sétima vitória em sete confrontos com Monaco, que amargou a sua segunda derrota consecutiva de virada para o sérvio. Ele perdeu da mesma forma para o rival no Masters 1.000 de Roma do ano passado, também em piso de saibro.

Este último embate começou muito equilibrado e o argentino levou a melhor no primeiro set ao aproveitar duas de quatro chances de quebrar o saque do tenista número 1 do mundo, que converteu o único break point cedido pelo rival.

A partir daí, porém, Djokovic tomou conta do jogo. Ele foi feliz em três de seis chances de vencer games no saque de Monaco no segundo set, no qual o argentino conseguiu obter apenas uma quebra na única oportunidade que teve.

Já na parcial derradeira, o sérvio converteu três de quatro break points, enquanto o argentino voltou a conquistar apenas uma quebra de saque, que foi muito pouco para evitar o sétimo revés em sete partidas contra o poderoso adversário.

Em outro jogo encerrado há pouco tempo em Montecarlo, o francês Richard Gasquet bateu o croata Marin Cilic por 2 sets a 0, com 7/5 e 6/4, e se credenciou para enfrentar o italiano Fabio Fognini nas quartas de final.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.