Vincent Kessler/Reuters
Vincent Kessler/Reuters

Djokovic vence fácil em Roland Garros e soma 22ª vitória seguida em Grand Slam

Atual número 1 do mundo derrotou o polonês Hubert Hurkacz pelo placar de 3 sets a 0

Redação, Estadão Conteúdo

27 de maio de 2019 | 13h18

O sérvio Novak Djokovic estreou com uma tranquila vitória em Roland Garros nesta segunda-feira. O atual número 1 do mundo derrotou o polonês Hubert Hurkacz pelo placar de 3 sets a 0, com parciais de 6/4, 6/2 e 6/2, 1h37min de duelo. Foi o 22º triunfo seguido do sérvio em Grand Slams, uma vez que ele vem dos triunfos consecutivos em Wimbledon, US Open e Aberto da Austrália.

Favorito ao título em Paris, Djokovic vai enfrentar na segunda rodada o suíço Henri Laaksonen, que avançou também nesta segunda ao superar o espanhol Pedro Martínez por 6/1, 6/0 e 7/6 (7/4). Será o primeiro confronto no circuito profissional entre o sérvio e o atual 104º do ranking.

Para se garantir na segunda rodada, o líder do ranking mostrou sua conhecida resistência no fundo de quadra, com forte movimentação e devoluções quase sem resposta. Djokovic começou a partida em ritmo fulminante e não deu qualquer chance ao rival. Com uma quebra em três chances, o sérvio faturou o primeiro set.

O segundo foi mais equilibrado. Hurkacz, 44º do mundo, até quebrou o saque do favorito em uma oportunidade. Porém, não conseguiu parar o sérvio, que anotou três quebras e encaminhou mais uma parcial no jogo. O terceiro set foi um resumo do domínio de Djokovic na partida. Ele obteve duas quebras de serviço e sequer teve o seu saque ameaçado.

OUTROS RESULTADOS

Evitando zebra, o croata Borna Coric venceu em sua estreia ao superar o esloveno Aljaz Bedene em quatro sets: 6/1, 6/7 (4/7), 6/4 e 6/4. O próximo rival do 13º cabeça de chave sairá do confronto entre o checo Lukas Rosol e o sul-africano Lloyd

Harris.

O argentino Guido Pella, 19º pré-classificado, bateu o compatriota Guido Andreozzi por 7/6 (7/2), 6/4, 1/6 e 6/1. Na sequência, ele vai enfrentar o local Corentin Moutet. Já o russo Daniil Medvedev, 12º cabeça de chave, foi eliminado logo em sua estreia em uma batalha de cinco sets contra o local Pierre-Hugues Herbert: 4/6, 4/6, 6/3, 6/2 e 7/5.

Também avançaram o espanhol Roberto Carballes Baena e o chileno Christian Garin. Assim como o alemão Yannick Maden, que venceu em sets diretos o belga Kimmer Coppejans - 7/6 (7/0), 7/5 e 6/3 - e agora será o adversário de Rafael Nadal na segunda rodada. Será o primeiro duelo entre os dois no circuito profissional. Maden, de 29 anos, é o atual 114º do mundo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.