Riccardo de Luca/AP
Riccardo de Luca/AP

Djokovic vence Rafael Nadal novamente e é campeão em Roma

Sérvio bate espanhol por duplo 6/4 e está a seis vitórias de quebrar recorde histórico

AE, Agência Estado

15 de maio de 2011 | 16h50

ROMA - Novak Djokovic ganhou mais uma vez. Diante do espanhol Rafael Nadal, contra quem já contabilizava vitória nos três confrontos realizados em 2011, todos em decisões de torneio, o tenista sérvio fez um duplo 6/4 neste domingo, manteve a sua incrível invencibilidade na temporada e conquistou o título do Masters 1000 de Roma, na Itália.

A incrível temporada de Djokovic já soma 37 vitórias seguidas, cada vez mais perto do recorde histórico do norte-americano John McEnroe, que ganhou 42 vezes consecutivas no começo de 1984. Além disso, ele chegou neste domingo a sete títulos conquistados apenas em 2011, incluindo um Grand Slam (Aberto da Austrália) e quatro torneios da série Masters (Indian Wells, Miami, Madri e Roma) - foi campeão também em Dubai e Belgrado.

Diante disso tudo, Djokovic já conseguiu ultrapassar o suíço Roger Federer e ocupa atualmente a segunda colocação do ranking. E está muito perto também de desbancar o próprio Nadal, para se tornar o novo número 1 do mundo - deve conseguir tal feito na disputa de Roland Garros, o Grand Slam que acontece em Paris e começa no dia 22 de maio.

Neste domingo, Djokovic precisou de 2 horas e 12 minutos para derrotar Nadal por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/4. Antes, o sérvio já tinha vencido o rival nas finais do Masters em Indian Wells, Miami e Madri - apesar disso, o espanhol segue na frente no histórico do confronto entre eles, com 16 vitórias em 27 jogos disputados.

Mesmo desgastado pela maratona de vitórias que vem enfrentando, principalmente pela desgastante semifinal de sábado, quando precisou de três horas para superar o escocês Andy Murray, Djokovic teve forças para encarar Nadal neste domingo. E levou a melhor nos momentos decisivos, fechando o jogo e comemorando o 25º título de sua carreira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.