Djokovic vence Tsonga e conquista Aberto da Austrália

Novak Djokovic ficou frente a frentecom Jo-Wilfried Tsonga e absorveu tudo que o Muhammad Ali dotênis tinha para dar antes de obter o nocaute e conquistar oAberto da Austrália neste domingo. Tsonga, apelidado de Ali por lembrar o ex-campeão mundialde pesos-pesados do boxe, era o favorito da torcida para levaro título, mas Djokovic estava muito sólido no jogo e foi elequem ficou com o troféu ao fazer 4-6, 6-4, 6-3 e 7-6. "Estou muito feliz por ter vencido meu primeiro torneio doGrand Slam aqui", afirmou, sorridente, o terceirocabeça-de-chave à torcida após a partida. "Espero vê-los nestaposição muito mais vezes.""Gostaria de agradecer a todos os torcedores sérvios que vieramaqui para me apoiar -- estou muito orgulhoso de ser o primeirosérvio a vencer um torneio de Grand Slam. "Acho que vai haver muita festa na Sérvia agora." Monica Seles conquistou três títulos no Aberto da Austráliaquando competia sob a bandeira da Iugoslávia de 1991 a 1993. Tsonga precisou de 49 minutos para ganhar o primeiro set ealimentou as esperanças de ser o primeiro francês a vencer oAberto da Austrália em 80 anos. Djokovic duelou com o número um do mundo, Roger Federer, nasemifinal, mas não conseguiu inicialmente superar fisicamenteseu oponente na final. Tsonga emplacou aces e winners, mantendo-se firme noscalcanhares do número 3 do mundo. Mas Djokovic é um tenistadeterminado e manteve-se no jogo. Sua recompensa veio no sétimo game do segundo set. Djokovicconseguiu um break point quando devolveu uma bola sem chancepara o francês e ditou o ponto seguinte antes que Tsongaerrasse uma bola, mandando para fora. O número três do mundo bateu o punho em seu peito e marchouaté seu banco. Havia determinação em seus passos, perdida noinício do jogo, e a cabeça de Tsonga estava baixa. Djokovic conseguiu um ace e assegurou um break point noinício do terceiro set, quando sua experiência começou aaparecer. Ele mandou a bola por toda a quadra com precisãoenquanto Tsonga se valia de winners esporádicos para conseguirseus pontos. Um segundo break com Tsonga sacando quando estava 5-3 parao sérvio deu o terceiro set para Djokovic -- não antes de ofrancês lutar por seis set points. Djokovic manteve sua mente focada na partida e manteve osaque no quarto set e repetidamente sondava por fraquezas nasdevoluções de Tsonga, parando num momento para receber massagemnos músculos cansados de sua perna. Ele enfrentou um break point no 5-5. Ele salvou com umaaudaciosa bola curta, seguida por um voleio angulado. Tsonga estava contrariado com a demora do sérvio entre ospontos e a torcida concordou. A confirmação do saque deDjokovic foi recebida por um silêncio. Tsonga parecia lutar contra seu nervosismo, disparando umforehand quase quatro metros para fora da quadra e cometendosua primeira dupla falta na partida, mas ele ainda tinha forçaspara o tiebreak. Seus nervos enfim entraram em colapso. Com o saque quebradono segundo ponto, ele desperdiçou o saque no sexto com umasegunda dupla falta. Djokovic sacou então para marcar 7-2 antes de cair emquadra e beijar o piso.

OSSIAN SHINE, REUTERS

27 de janeiro de 2008 | 12h18

Tudo o que sabemos sobre:
TENISDJOKOVICVENCE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.