Duelo entre belas e feras do tênis

De um lado, as feras norte-americanas, lideradas pelas irmãs Serena e Venus Williams, as melhores tenistas do planeta. Do outro, as belas européias, tendo à frente a russa Anna Kournikova e a eslovaca Daniela Hantuchova, consideradas as jogadoras mais atraentes do circuito. Mas o confronto entre as belas e as feras ? o Desafio Europa x Estados Unidos ? é apenas um dos ingredientes da Trilogia, evento beneficente programado para Dublin, na Irlanda, de 5 a 7 de dezembro, que vai reunir tênis, desfile de modas e shows de música para ajudar o Projeto Chernobyl, de assistência às crianças afetadas pelo acidente nuclear de 1986. Na verdade, o que está chamando mais a atenção para o evento é a possibilidade de ver Kournikova e Hantuchova na passarela.Parece um milagre que os promotores tenham conseguido reunir tantas estrelas ao mesmo tempo. Há algum tempo, as irmãs Williams vinham manifestando o desejo de conhecer a Irlanda, mas imaginavam fazer isso durante uma agradável viagem de férias. Na verdade, nenhuma das jogadoras envolvidas no Desafio já se apresentou em quadras irlandesas, o que deve resultar em lotação esgotada nos três dias de competição e numa campanha publicitária nunca antes vista. Fora da quadra, só o fato de Kournikova e Hantuchova terem concordado em desfilar ao lado de um seleto grupo de supermodelos mundialmente conhecidas já aguça o apetite pelo evento, que também deve render milhões com a venda dos direitos de televisão.Além de Venus e Serena Williams, a equipe norte-americana para a Collins Cup, nome dado ao Desafio, inclui Lindsay Davenport, que já foi campeã do Aberto da Austrália e de Wimbledon, Jennifer Capriati, campeã de Roland Garros e do Aberto da Austrália, e Monica Seles, que durante muito tempo foi a líder do ranking feminino e tem no currículo os títulos do Aberto da Austrália, Roland Garros e o US Open ? isso para ficar apenas nos torneios do Grand Slam, as competições mais importantes do mundo. A propósito, desde 1999, as irmãs Williams já conquistaram oito títulos de Grand Slams.No time europeu, que se não tem tantas vitórias para ostentar, ganha longe em charme e beleza. Além de Kournikova ? que nunca conquistou um único título na carreira, mas é, provavelmente, a jogadora mais fotografado do planeta ? e Hantuchova, que ao menos já esteve entre as dez primeiras do ranking feminino, estão a croata Iva Majoli, campeã em Roland Garros em 1997, a iugoslava Jelena Dokic, namorada do piloto brasileiro Enrique Bernoldi, e a austríaca Barbara Schett.A princípio, a programação da Collins Cup é a seguinte: 5/12 - Davenport x Schett e Seles x Kournikova; 6/12 - Seles/Davenport x Schett/Majoli e as irmãs Williams x Hantuchova/Dokic; 7/12 - Serena Williams x Majoli, Venus Williams x Dokic e Capriati x Hantuchova.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.