Dupla do Brasil ganha da Argentina

A dupla formada por Gustavo Kuerten e Daniel Melo derrotou os argentinos Gastón Gaudio e Luiz Lobo por 2 sets a 1, com parciais de 5/7, 6/1 e 6/3, nesta sexta-feira à noite, no ginásio do Maracanãzinho, no Rio. Com o resultado, a equipe brasileira está ganhando por 2 a 1 o Desafio de tênis contra a Argentina. Neste sábado, o Brasil precisa de apenas uma vitória nos dois jogos de simples para vencer o confronto. A partir das 10h30, Fernando Meligeni joga contra David Nalbandian e depois, Guga enfrenta Gaudio.Houve uma alteração na ordem dos jogos deste sábado, que foi anunciada na última hora pela organização do evento, quando já estava em andamento o jogo de duplas na noite de sexta-feira. Com esta mudança, a partida de Guga com Gaudio corre o risco de ser realizada apenas para cumprir tabela, caso Meligeni derrote Nalbandian.Na partida de duplas desta sexta-feira, voltou a imperar o clima de descontração, com a intensa participação da barulhenta torcida carioca. Os gritos em certo momento eram tantos que até mesmo Guga entrou na "brincadeira" e também começou a vaiar com ironia Luiz Lobo, no momento em que o argentino se preparava para executar um segundo serviço. O adversário entrou no clima e divertiu-se com a situação.A dupla brasileira encontrou problemas apenas no primeiro set, quando desperdiçou um set point e permitiu a vitória parcial dos argentinos. Depois, houve uma providencial mudança. Guga passou a jogar do lado esquerdo, que na dupla significa dizer que é o homem de decisão (devolve o saque nos pontos mais importantes como vantagens, desvantagens, 30 a 40 e situações semelhantes) e ao assumir esta responsabilidade, Daniel Melo ganhou maior tranqüilidade e confiança para mostrar seu jogo, facilitando a vitória brasileira."É claro que enfrentamos problemas de entrosamento, pois esta é a primeira vez que jogamos juntos", disse Guga, referindo-se à sua parceria com Melo. "Mas acho que estivemos bem nos principais fundamentos, como saque e devolução. Quem sabe até a gente não possa jogar bem na Copa Davis."

Agencia Estado,

04 de janeiro de 2002 | 23h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.