Em Barcelona, Guga perde nas duplas

Gustavo Kuerten não começou bem a disputa do ATP Tour de Barcelona, o tradicional troféu Conde de Godô. Logo na sua estréia, na partida de duplas, ao lado do russo Marat Safin perdeu para os argentinos Gaston Gaudio e David Nalbandian por 6/4 e 6/3. Como seu objetivo é lutar por uma boa campanha nas simples, Guga espera agora por melhor sorte na quarta-feira quando vai enfrentar o vencedor da partida entre o espanhol Felix Mantilla e o argentino Mariano Puerta. Guga sempre usou a chave de duplas como um complemento de sua prepração, ou seja, para ganhar ritmo de jogo e estar no clima da competição. Por isso, até que avaliou com otimismo sua participação, dizendo que já pôde entrar no clima do torneio, pois sua estréia em simples será apenas na quarta-feira. Em um período em que não tem pontos para defender, uma boa campanha de Guga pode ajudar bastante no seu objetivo de terminar a temporada européia de quadras de saibro entre os dez primeiros do ranking. Aliás, na lista da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) divulgada nesta segunda-feira, manteve a 15ª colocação. O mais curioso aconteceu com Flávio Saretta. Apesar de ter defendido o título das Bermudas, conquistando o bicampeonato, domingo, o tenista caiu uma posição, ocupando agora a 70ª colocação. Nesta terça-feira, joga em Houston, Estados Unidos, torneio com US$ 380 mil em prêmios e estreando contra o norte-americano Bob Ginapri. ?Sei que vai ser um jogo difícil, diante de um bom adversário, enquanto estarei cansado por causa da viagem", contou Saretta. ?Mas estou motivado a conseguir outra boa campanha." Também Fernando Meligeni (esta semana como número 118 da ATP) joga nesta terça-feira, em Houston - torneio chamado de Campeonato Norte-Americano de Saibro. Fininho já foi campeão desta competição, em 1996, quando era realizado em Pinehurst, e agora estréia com Justin Gilmestob. André Sá - número 82 do ranking - também joga nos Estados Unidos e vai enfrentar um tenista vindo do qualifying. Número 1 - O australiano Lleyton Hewitt manteve a liderança do ranking mundial esta semana, mas como não vai defender os pontos das semifinais de Barcelona do ano passado, corre um sério risco de perder a posição de número 1. A ameaça vem do veterano Andre Agassi, que na próxima semana completa 32 anos, e se chegar à final do torneio de Houston vai ser o mais velho jogador a assumir o topo da lista da ATP. Em Barcelona, na primeira rodada Agustin Calleri (ARG) ganhou de Magnus Norman (SUE) 6/2 e 7/5; Younes El Aynaoui (MAR) de Nicolas Lapentti (Equador) 6/3, 2/6, 7/6 (5); Gaston Gaudio (ARG) de Fernando Vicente (ESP) 4/6, 6/2 e 6/4; Juan Ignacio Chela (ARG) de Albert Martin (ESP) 7/5, 5/7 e 6/0; Albert Portas (ESP) de David Ferrer (ESP) 6/4 e 6/3; José Acasuso (ARG) de Fernando Gonzalez (CHI) 6/1, 3/6 e 6/3; Xavier Malisse (BEL) de Hicham Arazi (MAR) 3/4 e abandono; Feliciano Lopez (ESP) de Gaston Etlis (ARG) 6/4 e 6/4; Jarko Nieminen (FIN) de Olivier Rochus (BEL) 7/5 e 7/5; David Sanchez (ESP) de Cyril Saulnier (FRA) 3/6, 6/0 e abandono; Nikolay Davydenko (RUS) de Albert Montanes (ESP) 6/1 e 6/2; Adrian Voinea (ROM) de Martin Verkerk (Holanda) 7/6 (4) e 6/4; Mariano Zabaleta (ARG) de Rainer Sluiter (Holanda) 6/2 e 6/0; e Arnaud Clement (FRA) de Anthony Dupuis (FRA) 4/6, 7/6 (3) e 7/6 (7).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.