Luis M. Alvarez
Luis M. Alvarez

Em busca de título inédito, Nadal vence na estreia do Masters 1000 de Miami

Espanhol confirma favoritismo nesta sexta-feira ao derrotar o israelense Dudi Sela por 2 sets a 0

O Estado de S.Paulo

24 de março de 2017 | 21h04

O espanhol Rafael Nadal começou bem sua participação no Masters 1000 de Miami. Sem maiores sustos, o cabeça de chave número 5 da competição nos Estados Unidos confirmou o favoritismo nesta sexta-feira ao derrotar o israelense Dudi Sela por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4.

Nadal precisou de 1h21min para confirmar uma vitória tranquila. O número 7 do mundo confirmou uma quebra em cada um dos sets e salvou os dois break points que cedeu para eliminar o 83.º colocado do ranking da ATP. Esta, aliás, foi a segunda partida entre os tenistas, e o espanhol levou a melhor em ambas.

Este é o quinto torneio disputado por Nadal em 2017 e ele ainda busca seu primeiro título na temporada. O espanhol chegou a duas finais desde janeiro, mas foi derrotado em ambas: para o suíço Roger Federer, no Aberto da Austrália, e para o norte-americano Sam Querrey, em Acapulco.

Nadal também luta para acabar com uma sina em Miami. Esta é a 13.ª participação dele no torneio em que nunca foi campeão. Desde 2004, o espanhol disputou quatro finais da competição e sempre foi derrotado, por Novak Djokovic, duas vezes, Federer e Nikolay Davydenko. No ano passado, ele caiu logo na estreia para o bósnio Damir Dzumhur.

Desta vez, Nadal não deu chances para a zebra e largou com uma vitória contundente. Na próxima fase da competição, o espanhol terá pela frente o alemão Philipp Kohlschreiber, cabeça de chave número 26, que derrotou o norte-americano Taylor Fritz também nesta sexta.

Outro dos favoritos que largou com vitória foi o japonês Kei Nishikori. Segundo cabeça de chave em Miami, ele passou com certa tranquilidade pelo sul-africano Kevin Anderson, número 74 do mundo, por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/3, em 1h28min de partida.

Nishikori dominou a partida e aproveitou três das seis oportunidades de quebra que teve. Na próxima fase, o japonês terá pela frente o vencedor do confronto entre o espanhol Fernando Verdasco, cabeça de chave número 25, e o norte-americano Ernesto Escobedo, apenas 108.º do ranking.

Mas o dia não foi bom para todos os favoritos. Listado como 15.º cabeça de chave, o espanhol Pablo Carreño Busta perdeu para o argentino Federico Delbonis em três sets, com parciais de 1/6, 7/5 e 6/2. Assim como seu compatriota Albert Ramos-Vinolas, 19.º, diante do checo Jiri Vesely: 7/6 (7/5), 4/6 e 6/3.

Outros cabeças de chave, o uruguaio Pablo Cuevas (21.º), o norte-americano Steve Johnson (23.º), o alemão Mischa Zverev (28.º) e o português João Sousa (30.º) perderam para Benoit Paire, Nicolas Mahut, Jared Donaldson e Fabio Fognini, respectivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.