Tony Ashby/AFP
Tony Ashby/AFP

Em duelo equilibrado, França derrota Austrália e conquista a Fed Cup pela 3ª vez

No duelo mais aguardado, Kristina Mladenovic bateu Ashleigh Barty (número 1 do mundo) por 2 sets a 0, com parciais de 2/6, 6/4 e 7/6 (7/1)

Redação, Estadão Conteúdo

10 de novembro de 2019 | 10h10

A França se sagrou campeã da Fed Cup, neste domingo, ao derrotar a Austrália, em Perth, sudoeste australiano, por 3 a 2. Este é o terceiro título das francesas, que também ganharam em 1997 e 2003. As australianas, que somam sete taças, perderam uma decisão pela 11.ª vez.

Depois de uma vitória para cada lado nos jogos de simples no sábado, o equilíbrio permaneceu neste domingo. No duelo mais esperado, a francesa Kristina Mladenovic, número 40 do mundo, venceu a australiana Ashleigh Barty, primeira do ranking e campeã do WTA Finals, por 2 sets a 0, com parciais de 2/6, 6/4 e 7/6 (7/1).

No outro jogo do dia, a australiana Ajla Tomljanovic empatou a disputa, ao bater a francesa Pauline Parmentier, por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 7/5.

A decisão do título foi para o jogo de duplas. Kristina Mladenovic e Caroline Garcia, ex-líderes do ranking mundial de duplas, voltaram a atuar juntas e derrotaram Ashleigh Barty e Samantha Stosur, por 2 a 0, com parciais de 6/4 e 6/3.

Em 2016, Mladenovic e Garcia perderam o jogo de duplas na final contra a República Checa, quando a atuavam juntas no circuito mundial. Depois disso, Garcia retirou-se da Fed Cup durante dois anos e se separou de Mladenovic.

Para chegar à decisão da Fed Cup, as francesas eliminaram as belgas nas quartas de final e as romenas na semifinal. Já as australianas passaram pelas norte-americanas e bielo-russas.

Disputada desde 1963, a Fed Cup tem como maior vencedora a equipe dos Estados Unidos, com 18 títulos, seguida pela República Checa com 11 e Austrália, sete.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.