Jason Reed/Reuters
Jason Reed/Reuters

Em final com 'zebras', Martin Klizan bate rival usbeque e é campeão na Áustria

Tenista eslovaco derrota Denis Istomin em dois sets e levanta a taça no ATP 250 de Kitzbuhel

Estadão Conteudo

04 Agosto 2018 | 11h33

O ATP 250 de Kitzbuhel, na Áustria, teve na edição de 2018 uma final com tenistas considerados "zebras" por terem vindo do qualifying. E quem se deu melhor neste sábado no torneio disputado em quadras de saibro - o último deste piso na temporada - foi o eslovaco Martin Klizan, que derrotou o usbeque Denis Istomin por 2 sets a 0 - com um duplo 6/2, em 1 hora e 8 minutos.

+ Murray abandona o torneio de Washington e Zverev avança às semifinais com virada

+ Bruno Soares e Jamie Murray buscam virada e vão às semifinais em Washington

+ Confira mais notícias de tênis

A conquista na Áustria é a sexta da carreira profissional de Martin Klizan - o primeiro em 2018 -, que segue com uma marca curiosa e de respeito no tênis. Agora com seis vitórias em decisões de torneios, ele iguala o recorde do letão Ernests Gulbis entre os jogadores com maior número de conquistas com 100% de aproveitamento em finais do circuito da ATP.

O tenista canhoto de 29 anos não vencia um torneio da ATP desde julho de 2017, quando triunfou em Hamburgo, na Alemanha. Ele acumula quatro conquistas no saibro e outras duas em quadras duras e cobertas.

Atual 112.º do ranking, Martin Klizan ainda está longe de sua melhor posição na carreira profissional. O eslovaco já foi 24.º em abril de 2015 e agora deverá voltar ao Top 100, possivelmente em 77.º lugar, na atualização da lista da ATP nesta segunda-feira.

Já Denis Istomin disputou a sua quinta final da carreira e segue com apenas dois títulos. O usbeque de 31 anos já foi 33.º do mundo em 2012 e aparece atualmente no 95.º lugar. A boa campanha o fará subir em torno de 20 posições.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.