Michael Bradley/AFP
Michael Bradley/AFP

Em final francesa, Humbert vence Paire e é campeão do Torneio de Auckland

Número 57 da ATP supera compatriota por 7/6 (7/2), 3/6 e 7/6 (7/5)

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de janeiro de 2020 | 12h45

O francês Ugo Humbert, 57º colocado no ranking da ATP, derrotou o seu conterrâneo Benoit Paire, número 24 do mundo, neste sábado, por 7/6 (7/2), 3/6 e 7/6 (7/5) e faturou o Torneio de Auckland, ATP 250 neozelandês preparatório para o Aberto da Austrália.

Grande surpresa da competição, Humbert conquistou o seu primeiro título de nível ATP. Em sua trajetória até a final, ele deixou pelo caminho o canadense Denis Shapovalov, cabeça de chave 2 do torneio, e o norte-americano John Isner, bicampeão e tido como um dos favoritos ao título em Auckland.

Para vencer Paire neste sábado, Humbert teve de ter resistência e se manter forte psicologicamente nos tie-breaks. No primeiro set, O jovem abriu 3/0 no primeiro set, viu o rival reagir, mas levou a melhor e fechou em 7/6.

Na segunda parcial, Paire aproveitou os erros excessivos de Humbert e levou o jogo para o terceiro set. Mais cansado que o jovem adversário, o veterano não conseguiu manter o ritmo. Até conseguiu salvar algumas quebras de saque, mas acabou sendo derrotado novamente no tie-break.

Os dois tenistas se concentram na disputa do Aberto da Austrália, primeiro Grand Slam da temporada. Ambos estreiam nesta segunda-feira. Humbert encara o local John Millman, enquanto Paire tem pela frente o alemão Cedrik-Marcel Stebe.

ADELAIDE

Outro evento da ATP disputado nesta semana, o Torneio de Adelaide também conheceu seu campeão neste sábado. O russo Andrey Rublev, 18º colocado do ranking, levou o troféu ao vencer na final o sul-africano Lloyd Harris, número 91 do mundo, 6/3 e 6/0.

Campeão também em Doha na semana passada, Rublev acumulou o segundo título consecutivo. O russo somou 12 vitórias seguidas e confirmou o bom momento que vive no início desta temporada. Ele tem quatro títulos na carreira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.