Ramiro Furquim/Estadão
Ramiro Furquim/Estadão

Em homenagem, Guga vai dar nome a um dos grupos do ATP Finals

Iniciativa da entidade faz tributo aos campeões do torneio que já não estão mais no circuito

Estadão Conteúdo

03 Novembro 2018 | 10h06

Gustavo Kuerten será homenageado pela ATP na disputa do último torneio da temporada, em Londres, entre os dias 11 e 18. O tenista catarinense vai dar nome a um dos dois grupos da competição de simples do ATP Finals, que é a competição que reúne os oito melhores tenistas e as oito melhores duplas da temporada.

A homenagem é uma iniciativa da ATP de dar destaque aos campeões do torneio que já não estão mais no circuito. Desta vez, a entidade decidiu lembrar daqueles que conquistaram o título nos anos 2000. Guga foi o grande campeão em 2000, numa campanha em que venceu astros como os norte-americanos Pete Sampras e Andre Agassi. De quebra, virou o número 1 do mundo, na ocasião.

Outro a ser homenageado será o australiano Lleyton Hewitt, campeão em 2001 e 2002. Assim como Guga, ele também chegou ao topo do ranking. Desta forma, os oito classificados de simples do ATP Finals serão divididos em duas chaves, batizadas de Grupo Guga Kuerten e Grupo Lleyton Hewitt.

A chave com o nome de Guga vai contar com o primeiro cabeça de chave, que será o sérvio Novak Djokovic. E o grupo de Hewitt terá o cabeça dois, o espanhol Rafael Nadal, que ainda é dúvida para a competição após desistir de jogar o Masters 1000 de Paris, nesta semana, por conta de dores abdominais.

A "escalação" da competição está praticamente definida. Além de Djokovic e Nadal, estão classificados Roger Federer, Alexander Zverev, Kevin Anderson, Marin Cilic e Dominic Thiem. Juan Martín del Potro tem pontuação suficiente no ano para assegurar sua vaga também, mas está machucado e deve desistir. Sua vaga deve ser preenchida por Kei Nishikori.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.