Escola esperava Guga na avenida

A escola de samba "Protegidos da Princesa", de Florianópolis, acreditou na presença de Gustavo Kuerten, o homenageado, até o último instante. Dizem até que o governador de Santa Catarina, Espiridião Amin, teria colocado um avião a disposição do tenista para chegar a tempo de desfilar na avenida. Mas Guga foi mesmo comemorar em outro vôo, para Acapulco, no México, onde esta semana disputa outro torneio."A comemoração vai ter pelo menos uma cervejinha", confessou Guga."Acho que mereço", prosseguiu. "Fico contente também pelo fato de a torcida brasileira poder comemorar e muita gente vai aproveitar o Carnaval para beber, pular e festeja também este título que ganhei." Envolvido com o clima, Guga já sabe até a letra do samba enredo da Protegidos da Princesa, que numa das estrofes diz o seguinte: Em Roland Garros ele brilhou. Ergueu a taça, foi o primeiro. Arrebentou em Paris. Fez nosso povo feliz, sentir orgulho de ser brasileiro?.Mesmo viajando para o México, direto de Buenos Aires, Guga emocionou-se com a homenagem da escola de samba Protegidos da Princesa.Falou no assunto com frequência e lamentou não poder participar do desfile."Já estou acostumado com estas coisas", disse Guga. "Natal, Páscoa, é tudo igual, nem sempre posso estar com a família ou aproveitar. Tudo depende do calendário dos torneios." A decepção com o Carnaval, não abalou seu estado de espírito. Guga definiu como "perfeita" esta semana em Buenos Aires. Afinal, não só ganhou o título, como reconquistou a liderança do ranking e participou de um torneio próximo ao Brasil. "Gostaria que este circuito da América do Sul ficasse ainda mais forte, com muito mais competições."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.