Eslováquia tira Espanha da Copa Davis

O sonho dos espanhóis de repetir a festa do título da Copa Davis do ano passado acabou na primeira rodada de 2005. Com a derrota da dupla Albert Costa e Rafael Nadal para Karol Beck e Michael Martinek, por 7/6 (7/3), 6/4 e 7/6 (10/8), a República Eslovaca definiu a vitória por 3 a 0, depois de ter vencido os dois jogos de simples na sexta-feira.Assim, a equipe atual campeã, por ironia do regulamento, vai agora disputar a repescagem do Grupo Mundial.Já não é a primeira vez que um time campeão cai logo na primeira rodada do ano seguinte. O mesmo ocorreu com a Austrália, que iniciou um movimento para mudança de regulamento, colocando o país campeão para jogar só na segunda rodada. O assunto voltou a tona agora, pois a alegação é convincente. Afinal, os times finalistas têm pouco tempo entre um confronto e outro. A Espanha jogou a decisão em dezembro de 2004 e no início de março deste ano está novamente em ação, com o agravante de jogar fora de casa, o que na Davis é uma tremanda desvantagem. Em Bratislav, os espanhóis foram vítimas de uma quadra muito rápida de carpete e coberta. As condições fizeram até o técnico Jordi Arrese tentar uma estratégia diferente colocando tenistas mais agressivos. Por isso, tirou Nadal das simples para colocar Fernando Verdasco. A tática não deu certo. Mas, na realidade, o capitão espanhol não tinha muitas opções, pois jogadores como Carlos Moya e Juan Carlos Ferrero não disputaram o confronto com a República Eslovaca.A Austrália, como sempre, soube aproveitar bem o fato de jogar em casa e colocou o confronto contra a Áustria numa quadra de grama.Depois de vencer com facilidade as duas primeiras partidas de simples, nas duplas, os autralianos encontraram alguns problemas, mas o time formado por Wayne Arthurs e Todd Woodbridge venceram Julian Knowle e Jurgen Melzer por 4/6, 6/3, 2/6, 6/4 e 7/5.Em Moscou, a Rússia definiu vantagem de 2 a 1, nas duplas, diante do Chile e decide sua classificação neste domingo. Marat Safin e Mikhail Youzhny venceram Adrian Garcia e Fernando Gonzalez por 6/3, 6/4 e 6/3.Em Carson, na Califórnia, Andre Agassi - que completa 35 anos no próximo mês - não teve sorte na sua volta à equipe norte-americana da Copa Davis. No jogo diante do atual número 1 da Croácia, Ivan Ljuibicic perdeu por 6/3, 7/6 (7/0) e 6/3, enquanto Andy Roddick tratou de empatar o confronto ao superar Mario Ancic por 4/6, 6/2, 6/2 e 6/4.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.