Espanha e Estados Unidos varão uma das semifinais da Davis

Espanhóis fecham série em 4 a 1 sobre alemães; EUA faz 3 a 1 sobre a França e também garante vaga

EFE

13 de abril de 2008 | 12h45

O tenista alemão Nicolas Kiefer bateu o espanhol Feliciano López por 6/4 e 7/6 (5) neste domingo, na última partida do confronto entre Espanha e Alemanha, válido pelas quartas-de-final do Grupo Mundial da Copa Davis. Esta foi a única vitória alemã frente aos espanhóis, que venceram todas as quatro partidas anteriores e já haviam garantido vaga nas semifinais do torneio no sábado, quando abriram 3 a 0 na série de melhor de cinco jogos.  Na próxima fase, a Espanha jogará contra os Estados Unidos, em casa. O confronto foi definido quando Andy Roddick venceu, neste domingo, o francês Paul-Henri Mathieu por 6/2, 6/3 e 6/2. Com o resultado, os Estados Unidos fazem 3 a 1 no confronto realizado em melhor de três e selaram a classificação para a semifinal. Antes, na outra partida deste domingo, o tenista espanhol Fernando Verdasco venceu o alemão Michael Berrer pelas quartas-de-final da Copa Davis por 2 sets a 1, parciais de 2/6, 7/6 (5) e 6/4, ampliando a vantagem da equipe da Espanha para 4 a 0 sobre a da Alemanha.  Os espanhóis já haviam se classificado para as semifinais da Davis no sábado, quando fizeram 3 a 0 na série de melhor de cinco jogos, após a vitória da dupla formada por Verdasco e Feliciano López sobre os alemães Phillipp Kolschreiber e Philipp Petzschner, por três sets a dois.  JÁ ELIMINADA, REPÚBLICA CHECA VENCE PARTIDA CONTRA A RÚSSIAO tenista checo Lukas Dlouhy venceu em Moscou o russo Marat Safin por dois sets a zero, parciais de 6/3 e 6/3, na última partida da série de cinco jogos entre Rússia e República Checa pelas quartas-de-final do Grupo Mundial da Copa Davis.  O time russo já havia conquistado a classificação para as semifinais do torneio previamente, quando o tcheco Tomas Berdych teve que abandonar a partida contra Nikolay Davydenko devido a uma torção no tornozelo direito.  Com o resultado, a Rússia encerra o confronto vencendo por 3 a 2, e enfrentará Suécia ou Argentina fora de casa pelas semifinais da Copa Davis.  Atualizado às 17h05

Tudo o que sabemos sobre:
Copa Davis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.