Estados Unidos e Itália decidem título da Fed Cup

Os Estados Unidos precisaram da quinta partida na série melhor-de-cinco para garantir vaga na final da Fed Cup, a versão feminina da Copa Davis. Neste domingo, a equipe americana derrotou a República Checa e vai enfrentar a Itália, que eliminou a Rússia.

AE, Agencia Estado

26 de abril de 2009 | 17h28

Na primeira semifinal, a checa Lucie Safarova derrotou a americana Bethanie Mattek-Sands, por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/1. Em seguida, os Estados Unidos empataram o confronto com a vitória de Alexa Glatch, de apenas 19 anos, sobre Petra Kvitova, por 6/2 e 6/1. No jogo decisivo, a dupla Liezel Huber e Bethanie Mattek-Sands superou Iveta Benesova e Kveta Peschke, de virada, por 2 sets a 1, 2/6, 7/6 (7/2) e 6/1.

Na outra semifinal, a Itália não teve dificuldade em bater a atual campeã, a Rússia, que não contou com a número 1 do mundo, Dinara Safina, e a número 3, Elena Dementieva. As italianas fecharam a série em 4 a 1, com os triunfos Francesca Schiavone sobre Anastasia Pavlyunchenkova, por 2 a 1 - 7/6 (9/7), 4/6 e 6/2.

Antes, Svetlana Kuznetsova marcou o ponto de honra das russas ao derrotar Flavia Pennetta, por 2 a 0, parciais de 6/0 e 6/3. Mas a dupla formada por Sara Errani e Roberta Vinci superou Pavlyuchenkova e Nadia Petrova, de virada, por 2 a 1 (1/6, 6/3 e 6/4).

Também neste domingo, Jelena Jankovic e Ana Ivanovic garantiram a Sérvia no Grupo Mundial no ano que vem ao vencer o duelo com a Espanha por 4 a 0. Jankovic bateu Anabel Medina Garrigues, por 2 a 1 - 6/3, 3/6 e 6/3. Depois, foi a vez de Ivanovic derrotar Maria Jose Martinez Sanchez, de virada, por 2 a 1 (3/6, 6/3 e 7/6 (7/0)).

A França assegurou vaga no Grupo Mundial somente na última partida da série contra a Eslováquia. Amelie Mauresmo, ex-número 1 do mundo, e Nathalie Dechy venceram Dominika Cibulkova e Daniela Hantuchova, por 2 a 1. Antes, Mauresmo precisou vencer Hantuchova para empatar o confronto.

Também se classificaram a Alemanha, que derrotou a China por 3 jogos a 2, e a Ucrânia, que aplicou 5 a 0 na Argentina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.