Reuters
Reuters

Ex-número 2 do tênis, Agnieszka Radwanska anuncia a aposentadoria das quadras

Polonesa de 29 anos alegou "limitações físicas" para se despedir do esporte

Estadão Conteúdo

14 de novembro de 2018 | 15h42

Ex-número 2 do ranking mundial do tênis feminino, Agnieszka Radwanska anunciou nesta quarta-feira que está se aposentando das quadras após uma carreira profissional iniciada em 2005. A polonesa de 29 anos afirmou que tomou a decisão por causa de limitações físicas que a impedem de "treinar e jogar da maneira pela qual costumava fazer".

Com 20 títulos de simples no circuito da WTA, Radwanska foi vice-campeã de Wimbledon em 2012, quando só foi perder o título em uma final de três sets diante da norte-americana Serena Williams. Ela também alcançou as semifinais do tradicional Grand Slam inglês em 2013 e 2015, assim como avançou para a mesma fase de Roland Garros e do Aberto da Austrália em outras quatro ocasiões (duas em cada um).

Por meio de uma publicação em sua página no Facebook, a polonesa admitiu que não consegue mais fazer o seu corpo atingir os "limites necessários" para ser competitiva o suficiente dentro de quadra, na qual ela chegou a brilhar com o título do WTA Finals, torneio que reúne as oito melhores tenistas da temporada, em 2015.

Na melhor fase de sua carreira, Radwanska terminou temporadas no Top 10 do ranking mundial por seis anos seguidos, entre 2011 e 2016, mas hoje ocupa apenas a 75ª posição na listagem da WTA. E, embora esteja se aposentando, ela avisou que não está se afastando completamente do tênis.

"Tênis é e sempre foi especial em minha vida. Mas agora é o momento para novos desafios, novas ideais, igualmente empolgantes como as da quadra de tênis, eu espero", escreveu a polonesa em sua publicação desta quarta em sua rede social.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisAgnieszka Radwanska

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.