Favoritos, Melo e Dodig perdem nas duplas na 2.ª rodada em Atlanta

Parceria foi superada pelos israelenses Jonathan Erlich e Andy Ram por 2 sets a 0

AE, Agência Estado

25 de julho de 2013 | 19h38

ATLANTA - Favoritos ao título, Marcelo Melo e Ivan Dodig foram eliminados logo na segunda rodada do Torneio de Atlanta, que serve de preparação para o US Open. A dupla formada pelo brasileiro e pelo croata foi superada pelos israelenses Jonathan Erlich e Andy Ram por 2 sets a 0, com parciais de 7/5, 4/6 e 10/8.

Melo e Dodig, dupla cabeça de chave número 1, vinham de uma vitória tranquila sobre os irmãos norte-americanos Ryan e Christian Harrison na estreia. No entanto, não resistiram aos experientes Erlich e Ram. Os adversários dos israelenses na semifinal ainda não foram definidos.

Eliminado nas duplas, Ivan Dodig ainda está vivo na chave de simples. O parceiro de Marcelo Melo vai cruzar com o ex-número 1 Lleyton Hewitt nas quartas de final, nesta sexta-feira.

Além deles, estão nas quartas o usbeque Denis Istomin e o local Ryan Harrison. O primeiro eliminou o taiwanês Yen-Hsun Lu por 7/5 e 6/2, enquanto o tenista da casa superou o holandês Igor Sijsling por 6/4 e 6/3.

CROÁCIA

No Torneio de Umag, o favorito Andreas Seppi contou com o abandono do austríaco Andreas Haider-Maurer para vencer na estreia. O rival abandonou quando perdia por 6/1 e 4/0. Nas quartas de final, o italiano vai enfrentar o argentino Horacio Zeballos, que despachou o compatriota Carlos Berlocq por 3/6, 6/3 e 6/2.

Também avançou o espanhol Tommy Robredo, responsável pela eliminação do sérvio Viktor Troicki por 6/0 e 6/4. Pouco depois de ser derrotado, Troicki foi suspenso por 18 meses por não ter realizado teste antidoping durante o Masters 1000 de Montecarlo, em abril deste ano. Ele poderá recorrer da decisão.

O esloveno Aljaz Bedene foi outro a avançar às quartas de final em Umag. Ele despachou o ucraniano Alexandr Dolgopolov, quarto cabeça de chave, pelo placar de 6/3 e 6/1.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisTorneio de AtlantaMarcelo Melo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.