Christophe Karaba/EFE
Christophe Karaba/EFE

Federer admite ter cometido erros durante temporada

Em 2013, o suíço cai para o sétimo lugar no ranking e conquista apenas um título

AE, Agência Estado

20 de outubro de 2013 | 17h37

BASILEIA - Considerado por muitos como o melhor tenista da história, Roger Federer está vivendo uma temporada para ser esquecida. Em 2013, o suíço de 32 anos caiu para o sétimo lugar no ranking e conquistou apenas um título, em Halle, na Alemanha. Ao fazer um balanço do ano, ele admitiu ter cometido alguns erros, como jogar com dores em Indian Wells, em março, e também em Hamburgo e Gstaad, ambos realizados em julho.

"Fazendo uma retrospectiva, não devia ter feito isso. Foram erros", admitiu Federer, que se prepara para estrear nesta segunda-feira no Torneio da Basileia, na Suíça, no qual já foi campeão cinco vezes - vai jogar contra o francês Adrian Mannarino, atual número 60 do mundo. E ainda luta para se classificar para o ATP Finals, que reunirá os oito melhores tenistas da temporada, no mês que vem, em Londres.

Recordista de títulos no Grand Slam, com 17 troféus conquistados, Federer já foi campeão 77 vezes na carreira. E, apesar da temporada ruim, na qual conseguiu 36 vitórias em 49 jogos - com algumas derrotas surpreendentes para tenistas menos qualificados -, ele reafirmou neste domingo que não vai mudar os planos de aposentadoria, prometendo continuar jogando pelo menos até a Olimpíada do Rio em 2016.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisRoger Federer

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.