Divulgação
Divulgação

Federer arrasa holandês e Suíça faz 2 a 0 na Copa Davis

Após Wawrinka atuar por 3h09min, Roger fecha partida em 1h42min

Estadão Conteúdo

18 de setembro de 2015 | 14h45

Depois do sufoco de Stan Wawrinka, Roger Federer trouxe tranquilidade à equipe suíça na Copa Davis, nesta sexta-feira, ao vencer com tranquilidade o segundo jogo da série melhor-de-cinco. Jogando em Genebra, o tenista da casa venceu Jesse Huta Galung, apenas o 436º do mundo, por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/4 e 6/3, em apenas 1h42min.

Mais cedo, na abertura do confronto, Wawrinka precisou de 3h09min para bater Thiemo de Bakker, 144º do ranking, por 3 sets a 2. Com a vitória de Federer, a Suíça abre 2 a 0 e fica a apenas uma vitória de fechar o confronto. O triunfo pode ser selado já neste sábado, na partida de duplas. Federer e Wawrinka devem jogar juntos contra Matwe Middelkoop e Tim Van Rijthoven.

Em seu primeiro jogo desde a derrota na final do US Open, Federer oscilou mais do que o esperado nesta sexta-feira, mas não chegou a ser ameaçado pelo rival em nenhum momento da partida. Huta Galung só teve dois break points durante o jogo, sem conseguir convertê-los. Federer obteve quatro quebras, mas precisou de 11 chances para concretizá-las. Os 49 erros não forçados impediram o suíço de vencer com ainda mais facilidade.

Atual campeã da Davis, a Suíça é ampla favorita contra a Holanda. Só disputa a repescagem porque Federer e Wawrinka desfalcaram a equipe na primeira rodada, em março. Sem seus dois grandes jogadores, a Suíça foi derrotada pela Bélgica por 3 a 2, forçando agora a disputa na repescagem para o retorno ao Grupo Mundial.

GRÃ-BRETANHA X AUSTRÁLIA

Depois da vitória de Andy Murray no jogo de abertura do confronto, a equipe australiana buscou o empate nesta sexta-feira, com o triunfo de Bernard Tomic sobre Daniel Evans por 3 sets a 1, com parciais de 6/3, 7/6 (7/2), 6/7 (4/7) e 6/4, em 2h57min de duelo.

O confronto, que vale vaga na grande decisão da Davis, será desempatado neste sábado. A partida de duplas terá os britânicos Jamie Murray e Dominic Inglot contra Sam Groth e o veterano Lleyton Hewitt, que disputa a Davis pela última vez na carreira. Ele já anunciou que se aposentará no início do próximo ano. A outra semifinal tem Bélgica e Argentina. Os belgas vão liderando o duelo por 1 a 0.

 


Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.