Federer arrasa revelação Djokovic e avança na Austrália

O tenista suíço Roger Federer não teve pena da jovem revelação sérvia Novak Djokovic, de apenas 19 anos, ao bater o rival na madrugada deste domingo (horário de Brasília) por 3 a 0, com parciais de 6/2, 7/5 e 6/3, pelas oitavas-de-final do Aberto da Austrália, que está sendo disputado na cidade de Melbourne. O duelo entre os dois jogadores era o mais esperado da rodada. Além de colocar em quadra o número um do mundo do ranking da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) e atual campeão do Grand Slam da Oceania, a torcida queria ver em ação novamente Djokovic, que chegou ao torneio em grande ascensão após conquistar o terceiro título da sua carreira neste ano, em Adelaide. Após a partida, Djokovic elogiou muito o suíço. "Ele melhorou o seu jogo, o que chega a ser engraçado. Melhorou muito. Cada vez que o vejo ele melhora. O que ainda poderá melhorar no futuro?", brincou. "Ás vezes é engraçado o jeito que ele joga, tão confiante, em algumas situações tão perfeito. Parece não sentir pressão, o que é estranho, porque ele é número 1 do mundo e todos querem tomar seu lugar. Ele é muito superior", acrescentou. Federer, que chegou ao quarto confronto consecutivo sem perder um set, vai enfrentar nas quartas-de-final o espanhol Tommy Robredo, cabeça-de-chave número sete, que ganhou do francês Richard Gasquet por 3 sets a 1, com parciais de 6/4, 6/2, 3/6 e 6/4. O tenista germânico é freguês do líder do ranking, uma vez que perdeu todos os seis jogos entre eles pelo circuito - o último triunfo do suíço foi no Masters Series de Hamburgo, em 2005. Já o norte-americano Andy Roddick, sexto pré-classificado, suou para derrotar o croata Mario Ancic, nono cabeça-de-chave, por 3 sets a 2, com 6/3, 3/6, 6/1, 5/7 e 6/4. "Nós já havíamos jogado várias vezes, e ele está crescendo muito, só pode melhorar. Tenho sorte por ter passado hoje", disse Roddick. Ele vai disputar uma vaga nas semifinais com o compatriota Mardy Fish, que eliminou o espanhol David Ferrer por 3 a 1 com 6/1, 7/6 (7/4), 2/6 e 7/5. Esse será o quinto confronto entre os norte-americanos em torneios da ATP. Roddick superou o adversário em quatro ocasiões, sendo a última no Torneio de Memphis, na temporada passada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.