Federer assina com torneio até 2017 e reduz rumor sobre aposentadoria

Os fãs de Roger Federer ganharam um bom motivo para comemorar nesta sexta-feira. O tenista suíço assinou contrato para jogar o Torneio de Stuttgart até 2017, o que reduz os rumores sobre uma possível aposentadoria do atleta no fim de 2016. Com o anúncio, Federer jogará ao menos até junho de 2017 - a competição alemã, disputada sobre a grama, é preparatória para Wimbledon.

Estadão Conteúdo

20 de novembro de 2015 | 13h41

Federer nunca estipulou prazo para deixar as quadras, apesar dos recorrentes rumores. Nos últimos anos, quando era questionado sobre o seu futuro, dizia apenas que queria seguir no circuito ao menos até os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro para brigar novamente pelo ouro em simples - nas duplas, foi campeão olímpico em Pequim-2008.

As declarações ensejaram boatos sobre uma possível aposentadoria ao fim da Olimpíada ou ao fim da temporada 2016. Agora o anúncio de que pretende jogar em Stuttgart em 2017 deve alimentar novas especulações sobre o seu futuro.

Aos 34 anos, Federer não é considerado um fenômeno somente pelos títulos, recordes e jogadas magistrais. O suíço também é reconhecido por sua longevidade nas quadras. Poucos tenistas conseguiram manter o alto padrão de jogo com esta idade ao longo da história do esporte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.