Frank Gunn/AP
Frank Gunn/AP

Federer bate Chela e estreia com vitória em Toronto

Em apresentação inconstante no piso duro, suíço vence por 2 sets a 0 e avança às oitavas de final

AE, Agência Estado

10 de agosto de 2010 | 23h45

O suíço Roger Federer não fez uma grande estreia na noite desta terça-feira pelo Masters 1000 de Toronto, mas jogou o suficiente para avançar às oitavas de final. No piso duro do torneio canadense, o ex-número 1 do mundo venceu o argentino Juan Ignacio Chela por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (9/7) e 6/3, após 1h21 de um jogo inconstante.

Atual terceiro colocado do ranking mundial e também terceiro favorito em Toronto, Federer chegou a começar bem a partida, abrindo 5/2 no primeiro set. Mas depois permitiu a reação de Chela, tendo dificuldades até para vencer no tie-break. A atuação irregular do suíço se repetiu na segunda parcial, quando conquistou a primeira quebra apenas no quinto game.

Duas vezes campeão na cidade canadense, em 2004 e 2006, Federer agora aguarda pelo seu rival nas oitavas. Depois de estrear já na segunda rodada, o suíço enfrentará o vencedor do confronto entre o espanhol Nicolas Almagro e o francês Michael Llodra, que eliminou nesta terça o colombiano Santiago Giraldo.

Entre os principais cabeças de chave do torneio, o sueco Robin Soderling foi outro a confirmar o seu favoritismo. Também pela segunda rodada, Soderling derrotou o letão Ernests Gulbis, algoz do brasileiro Thomaz Bellucci, por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/4 e 6/4. Agora, o sueco encara o ganhador do jogo entre o argentino David Nalbandian e o espanhol Tommy Robredo.

O também espanhol Fernando Verdasco, nono favorito, passou pelo argentino Eduardo Schwank por 2 a 1 (6/0, 5/7 e 6/2) e pega o francês Jeremy Chardy. Compatriota de Chardy, Gael Monfils bateu o indiano Somdev Devvarman por 2 a 0 (7/6 (7/3) e 6/3) e enfrenta o holandês Thiemo de Bakker. Já o norte-americano Sam Querrey venceu o compatriota Michael Russell por 2 a 1 (3/6, 6/1 e 6/4) e terá pela frente o sul-africano Kevin Anderson.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.