Al Behrman/AP
Al Behrman/AP

Federer bate Hewitt com facilidade e encara Murray

Número 1 do mundo precisa de pouco mais de uma hora para fazer 2 sets a 0 em Cincinnati

AE, Agencia Estado

21 de agosto de 2009 | 17h28

Depois de levar um susto na quinta-feira, o suíço Roger Federer não teve problemas para superar o australiano Lleyton Hewitt nesta sexta-feira, e avançar à semifinal do Masters 1000 de Cincinnati. O número 1 do mundo venceu por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4, em apenas 1 hora e 10 minutos.

Escaldado após a vitória apertada na quinta, quando precisou virar sobre o espanhol David Ferrer, Federer dominou o jogo desde o início, sem dar chance ao australiano, ex-número 1 do ranking.

O suíço mostrou força no saque, exibindo 11 aces e aproveitamento de 89% dos pontos quando jogou com o primeiro serviço. Dessa forma, não teve o saque ameaçado em nenhum momento da partida.

Na semifinal, Federer terá um jogo complicado pela frente. O suíço vai encarar o escocês Andy Murray, número dois do mundo. Murray leva vantagem no confronto entre os dois tenistas, com seis vitórias em oito jogos. E, se vencer, ficará mais perto do líder do ranking, acirrando a disputa que terá continuação no US Open, no final deste mês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.