Georgios Kefalas/AP
Georgios Kefalas/AP

Federer bate Thiem e se mantém vivo em luta por vaga na semi do ATP Finals

Suíço derrotou o austríaco sem dificuldades e permanece na briga por uma vaga na semifinal

O Estado de S.Paulo

13 de novembro de 2018 | 20h52

Surpreendido pelo japonês Kei Nishikori em sua estreia no ATP Finals, no último domingo, Roger Federer reagiu bem nesta terça-feira. Com facilidade, o suíço venceu o austríaco Dominic Thiem por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/3, em apenas 1h07min, e se manteve vivo na luta por vaga na semifinal da competição que reúne os oito melhores tenistas da temporada, na O2 Arena, em Londres.

Cabeça de chave número 2 do torneio realizado em quadra dura e coberta na capital inglesa, Federer acumula seis títulos deste importante evento e na próxima quinta-feira, contra o sul-africano Kevin Anderson, jogará para avançar pela 15ª vez às semifinais em 16 participações no ATP Finals.

Aos 37 anos de idade, o tenista da Basileia voltou a exibir o seu nível habitual de jogo nesta terça-feira, no qual foi dominante contra o atual oitavo colocado do ranking mundial. Ele confirmou todos os seus saques sem oferecer nenhuma chance de quebra ao austríaco e ainda converteu quatro de sete break points para encaminhar o seu triunfo em sets diretos.

A vitória de Federer sem perder nenhuma parcial nesta terça-feira também impediu a classificação antecipada de Kevin Anderson às semifinais. O tenista da África do Sul abriu o dia de disputas do Grupo Lleyton Hewitt arrasando Nishikori por 6/0 e 6/1, horas mais cedo, mas agora corre o risco de perder a liderança ou até de ser eliminado na rodada final da chave, na quinta.

Anderson estreou no ATP Finals com uma vitória por 2 sets a 0 sobre Thiem. E, mesmo com duas derrotas em dois jogos, o austríaco ainda tem chances matemáticas de avançar às semifinais na quinta-feira, quando vai encarar Nishikori.

Atual terceiro colocado da ATP, Federer ganhou quatro dos cinco jogos que travou com Anderson até hoje no circuiro profissional, mas o sul-africano levou a melhor no último dele, no Grand Slam de Wimbledon.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.