Federer decide defender a Suíça contra a Sérvia na Davis

Roger Federer voltará a jogar na Copa Davis neste fim de semana, quando a Suíça vai enfrentar a Sérvia, fora de casa, pela primeira rodada do Grupo Mundial. A Federação Suíça de Tênis confirmou a participação de Federer nesta quarta-feira, após o anúncio realizado pelo perfil oficial do torneio no Twitter.

AE-AP, Agência Estado

29 de janeiro de 2014 | 15h02

Assim, o número 8 do mundo se junta ao time suíço, que conta também com Stanislas Wawrinka, campeão do Aberto da Austrália no último domingo e agora o tenista mais bem colocado do seu país no ranking da ATP, posição que era ocupada por Federer desde janeiro de 2001.

Eles terão pela frente uma enfraquecida Sérvia, que não contará com Novak Djokovic, o número 2 do mundo. O vencedor do confronto vai encarar Bélgica ou Casaquistão nas quartas de final da Copa Davis, que estão marcadas para abril.

Desde 2004, Federer disputou apenas um jogo da primeira rodada do Grupo Mundial. A sua última aparição na Copa Davis foi em setembro de 2012, quando ajudou a Suíça a vencer um duelo com a Holanda pela repescagem, evitando que a equipe do país ficasse fora da elite do torneio. Anteriormente, Federer alegava que precisava de alguns dias de folga no seu calendário para não representar o seu país.

Mandante do confronto, marcado para a cidade de Novi Sad, em quadra rápida e coberta, a Sérvia, atual vice-campeã da Copa Davis, não terá nenhum Top 100 após a decisão de Djokovic de não jogar - Janko Tipsarevic e Viktor Troicki também estão fora do confronto. Dujan Lajovic, atualmente em 102º lugar no ranking, é o tenista sérvio mais bem colocado a participar do confronto.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisCopa DavisSuíçaRoger Federer

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.