Karsten Moran/The New York Times
Karsten Moran/The New York Times

Federer derrota Kyrgios em três sets e avança às oitavas de final do US Open

Cinco vezes campeão do US Open, Federer está em jejum de títulos em Nova York desde 2008

Estadão Conteúdo

01 de setembro de 2018 | 18h18

O suíço Roger Federer está nas oitavas de final do US Open, o quarto e último Grand Slam da temporada, disputado em Nova York. Mas não foi tão tranquilo quanto o placar do jogo possa parecer. Após um início equilibrado, o astro do tênis derrotou o australiano Nick Kyrgios por 3 sets a 0 - com parciais de 6/4, 6/1 e 7/5, em 1 hora e 44 minutos.

Cinco vezes campeão do US Open, Federer está em jejum de títulos em Nova York desde 2008. A taça nesta temporada pode significar a sua volta ao posto de número 1 do mundo. Para isso, precisa ser campeão e torcer para que o espanhol Rafael Nadal, o único à sua frente, não consiga a classificação às semifinais.

A vitória deste sábado foi a terceira de Federer em quatro duelos no confronto direto contra Kyrgios. O suíço também venceu no piso duro do Masters 1000 de Miami, no ano passado, e na grama de Stuttgart, na Alemanha, em junho passado. A única vitória do australiano aconteceu no saibro do Masters 1000 de Madri em 2015.

Nas oitavas de final, Federer enfrentará o australiano John Millman, de 29 anos e atual 55.º do ranking da ATP, que neste sábado derrotou o casaque Mikhail Kukushkin por 3 sets a 1 - com parciais de 6/4, 4/6, 6/1 e 6/3. O único duelo anterior entre eles foi disputado no começo de 2015, em Brisbane, na Austrália, com vitória do suíço em três sets.

Em quadra, o primeiro set foi de muito equilíbrio. Os dois tenistas confirmavam os seus serviços com tranquilidade e protagonizavam jogadas de efeito que levantaram os torcedores na Arthur Ashe Stadium, a quadra central do complexo de Flushing Meadows, em Nova York. Mas Kyrgios teve quatro break points nos momentos decisivos, não soube aproveitar, perdeu a concentração e Federer aproveitou para vencer por 6/4.

Frustrado com o vacilo no primeiro set, Kyirgios se perdeu na segunda parcial e foi facilmente envolvido pelas jogadas de Federer. Com tranquilidade, o suíço mostrou sua conhecida frieza e viu o australiano reclamar bastante. No fim, 6/1 em apenas 25 minutos.

Para o terceiro set, Federer diminuiu um pouco o ritmo e permitiu uma reação de Kyrgios. O jogo se manteve equilibrado até o 5 a 5, quando o australiano voltou a exibir o seu tênis instável, desperdiçando uma vantagem de 40-15, o que lhe custou definitivamente a partida.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.