Federer derrota Lacko na estreia no Aberto da Austrália

O suíço Roger Federer confirmou o seu favoritismo e iniciou a defesa do seu título do Aberto da Austrália com um triunfo sobre o eslovaco Lukas Lacko, número 97 do mundo, por 3 sets a 0, com parciais de 6/1, 6/1 e 6/3, em 1 hora e 24 minutos. Com uma atuação segura, o número 2 do mundo mostrou que brigará pelo seu quinto título em Melbourne, onde tentará evitar o quarta conquista seguida do espanhol Rafael Nadal nos torneios do Grand Slam.

AE, Agência Estado

17 de janeiro de 2011 | 08h58

Federer terminou a sua estreia no Aberto da Austrália com 37 winners e apenas 18 erros não-forçados. No primeiro set, ele conseguiu duas quebras de serviço para vencer por 6/1 em apenas 22 minutos. Em vantagem, abriu 3/0 na segunda parcial, teve o seu saque quebrado, mas reagiu imediatamente e fechou novamente em 6/1.

O terceiro set foi mais equilibrado, com Lacko salvando vários break points até Federer conseguir uma quebra de serviço no oitavo game. Em seguida, fechou a parcial em 6/3 e a partida em 3 sets a 0. Na segunda rodada, o tenista suíço vai enfrentar o vencedor da partida entre o francês Gilles Simon, campeão do Torneio de Sydney, e o taiwanês Yen Lu.

O norte americano Andy Roddick, número 8 do mundo, começou bem o Aberto da Austrália ao derrotar o checo Jan Hajek, 96º colocado no ranking da ATP, por 3 sets a 0, com parciais de 6/1, 6/2 e 6/2. Ele fez 18 aces, venceu 80% dos pontos disputados no seu primeiro serviço, salvou cinco break points e conseguiu seis quebras de serviço. Na segunda rodada, Roddick vai encarar o russo Igor Kunitsyn, que eliminou o polonês Michael Przysieszny (6/7, 6/4, 6/4 e 7/6).

Vice-campeão de Wimbledon, o checo Tomas Berdych estreou no Aberto da Austrália com um triunfo sobre o italiano Marco Crugnola, 237º colocado no ranking da ATP, por 3 sets a 0, com parciais de 6/4, 6/0 e 6/2. Seu próximo adversário será o alemão Philipp Kohlschreiber, 35º colocado no ranking da ATP, que derrotou o compatriota Tobias Kamke (1/6, 4/6, 7/6, 6/4 e 6/4).

O francês Gael Monfils, número 12 do mundo, sofreu na sua estreia, mas derrotou o holandês Thiemo De Bakker, 47º no ranking da ATP, de virada, por 3 sets a 2, com parciais de 6/7 (5/7) 2/6, 7/5, 6/2 e 6/1, em 3 horas e 38 minutos. No terceiro set, De Bakker chegou a estar vencendo por 5/3, mas não conseguiu confirmar o seu saque e permitiu a reação de Monfils, que agora vai enfrentar o uruguaio Pablo Cuevas ou o português Frederico Gil.

O russo Nikolay Davydenko, número 25 do mundo, foi eliminado na sua estreia no Aberto da Austrália, ao perder para o alemão Florian Mayer, 36º colocado no ranking da ATP, por 3 sets a 1, com parciais de 6/3, 4/6, 7/6 (7/4) e 6/4, em 3 horas e 5 minutos. Em 2010, Davydenko havia avançado até as quartas de final, quando foi eliminado por Federer. Na segunda rodada, Mayer vai encarar o japonês Kei Nishikori, que passou pelo italiano Fabio Fognini (6/1, 6/4, 6/7 e 6/4).

O norte americano Sam Querrey, cabeça de chave número 18, foi eliminado pelo polonês Lukasz Kubot ao perder por 3 sets a 2, com parciais de 5/7, 6/2, 3/6, 6/1 e 8/6. Agora, o polonês vai enfrentar o ucraniano Sergiy Stakhovsky, que eliminou o alemão Daniel Brands (6/2, 6/3 e 6/4).

Já o suíço Stanislas Wawrinka, cabeça de chave número 19, derrotou o russo Teymuraz Gabashvili por 3 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/3), 6/4 e 6/4. Seu próximo oponente é o búlgaro Grigor Dimitrov, que passou pelo casaque Andrey Golubev (6/1, 6/4 e 6/2).

O norte-americano Mardy Fish, 16º cabeça de chave, venceu o romeno Victor Hanescu, de virada, por 3 sets a 2, com parciais de 2/6, 4/6, 6/3, 7/5 e 6/3. Seu próximo adversário será o espanhol Tommy Robredo, que eliminou o indiano Somdev Devvarman (7/6, 6/3 e 6/4).

O argentino Juan Monaco, cabeça de chave número 26, superou o alemão Simon Greul, número 131 do mundo, por 3 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/5), 7/6 (7/4) e 6/2. Na segunda rodada, Monaco vai duelar com o holandês Robin Haase, que passou pelo argentino Carlos Berlocq (6/4, 6/3 e 7/6).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.