Federer derrota Murray e vai à final em Cincinnati

O suíço Roger Federer, tenista número um do mundo, derrotou neste sábado o britânico Andy Murray por 2 sets a 0, com parciais de 6-2 e 7-6, e alcançou a final do Masters 1000 de Cincinnati.

REUTERS

22 de agosto de 2009 | 17h56

O suíço quebrou o serviço do rival por duas vezes no primeiro set e salvou dois set points no tie break da segunda parcial para assegurar vaga na decisão, quando enfrentará o ex-número um Rafael Nadal ou o sérvio Novak Djokovic, quarto cabeça-de-chave do torneio.

Federer atacou desde o início e quebrou o saque do número dois do mundo no quarto e oitavo games do primeiro set.

O britânico batalhou para continuar com chances no segundo set, mas Federer venceu o tie break por 10 a 8 e conquistou seu terceiro triunfo sobre Murray em nove confrontos.

Tudo o que sabemos sobre:
TENISFEDERER*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.