Federer é campeão em Indian Wells

Número 1 do mundo, o suíço Roger Federer conquistou mais um título: o 14º de sua carreira, o segundo Masters Series, ao vencer o inglês Tim Henman na final de Indian Wells por convincentes 6/3 e 6/3. Com talento de sobra, comprova que no tênis, mais vale uma boa cabeça do que um técnico 100% do tempo ao seu lado. Sem treinador, ganhou este ano o Aberto da Austrália e agora Indian Wells. Apesar disso, deixou próxima a possibilidade de anunciar um novo treinador em Miami, nesta semana.Federer deu uma verdadeira aula de tênis nesta final diante de Henman, um adversário que sempre lhe trouxe complicações. Afinal, em sete partidas havia perdido seis para o inglês. Agora, porém, mostrou os motivos que o levaram a ser o número 1 do mundo.Seu estilo é diferente. Lembra, às vezes, Gustavo Kuerten no início da carreira, por sua simplicidade e simpatia. Em Indian Wells não se intimidou ao revelar que curtiu acordar com um sol forte e dias claros no deserto de Palm Spring. "Aluguei um carro conversível para passear e aproveitar o calor e dias lindos com minha namorada", disse.Ao comemorar mais um título, não esqueceu de enfatizar a força de Henman e reconhecer que o inglês sempre lhe deu muito trabalho. Com mais este título, dispara na liderança dos rankings da corrida e de entradas, além de ter engordado a sua já polpuda conta bancária em mais US$ 421 mil.

Agencia Estado,

21 de março de 2004 | 20h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.