Federer é campeão em Wimbledon

Depois de um saque devolvido na rede pelo australiano Mark Philippoussis, o jovem tenista suíço Roger Federer, de 21 anos, ajoelhou-se no chão, agradeceu aos céus e sorriu. Neste momento, ao definir o match point e marcar 3 a 0, com 7/6 (7/5), 6/2 e 7/6 (7/3), fez história no tempo sagrado do tênis, o All England Club, em Londres, ao transformar-se no primeiro jogador - homem - de seu país a levantar um troféu do Grand Slam. Talentoso, simpático e dono de uma técnica refinada, Fed-Ex, como foi apelidado, viu premiada sua campanha em Wimbledon com a liderança da corrida dos campeões, passará também a ocupar a terceira colocação no ranking mundial, atrás do campeão do Aberto da Austrália, Andre Agassi, e do campeão de Roland Garros, Juan Carlos Ferrero, e ainda embolsou um prêmio de 575 mil libras, cerca de R$ 2,8 milhões."É um sonho que se transforma em realidade. Um sonho de criança", disse Federer em lágrimas depois de erguer o troféu de campeão. "Fiz um torneio perfeito e sei que este título é muito importante para meu país, definiu o suíço na entrevisa coletiva.Sem saber ainda como irá comemorar esta conquista histórica, Federer está como cabeça-de-chave número 1 de um dos principais torneios de seu país, em Gstaad, disputado em quadra de saibro. Se confirmar a participação no evento, que começa nesta segunda- feira, terá uma grande festa em casa, ao lado de sua torcida, num dos cenários mais bonitos e sofisticados do circuito profissional.Em Londres, Federer não deixou dúvidas de seu talento. Com 21 aces diante de Philippoussis, dominou o jogo desde o início e, para se ter uma idéia de sua atuação, não cedeu sequer um break point, ou seja, não deu nenhuma chance para o australiano quebra r seu serviço. Federer também repete o feito do holandês Richard Krajicek, que em 1996, ganhou o título de Wimbledon tendo perdido apenas um set.A conquista de Federer em Wimbledon também revela uma intensa rivalidade no tênis masculino. Ele é o 7º jogador diferente a ganhar um título de Grand Slam, nos últimos sete eventos desta categoria. Uma situação bem diferente do feminino, em que Serena Williams ganhou cinco dos últimos seis torneios do Grand Slam.A final masculina também apresentou um duelo de poucas trocas de bolas e sempre muito furiosas. A média dos ralis na partida foi de apenas 2,5 trocas de bolas. Apenas um ponto teve 15 raquetadas e foi vencido por Federer com sua especialidade, o slice d e esquerda.A técnica de Federer é mesmo invejável e, por isso, pode ter um ano ainda mais brilhante. Em Wimbledon comemorou o 5º título da temporada e também transformou-se no 4º jogador da história a vencer o torneio masculino tendo sido também campeão juvenil no All England em 98. Outros que fizeram o mesmo foram Bjorn Borg, Pat cash e Stefan Edberg.

Agencia Estado,

06 de julho de 2003 | 12h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.