Joe Castro/EFE
Joe Castro/EFE

Federer e Nadal vencem sem sustos na estreia no Aberto da Austrália

Andy Murray também encontra facilidade contra adversário no primeiro dia do torneio. Ambos precisaram de apenas três sets

Estadão Conteúdo

19 de janeiro de 2015 | 09h13

Os principais favoritos que jogaram nesta segunda-feira em Melbourne, no início do Aberto da Austrália, não decepcionaram e avançaram para a segunda rodada do primeiro Grand Slam da temporada. O suíço Roger Federer, o espanhol Rafael Nadal e o britânico Andy Murray precisaram de apenas três sets para triunfar.

Atual vice-campeão do Aberto da Austrália, Nadal derrotou o russo Mikhail Youzhny, 49º colocado no ranking da ATP, por 3 a 0, com parciais de 6/3, 6/2 e 6/2, em 1 hora e 50 minutos. Agora, o número 3 do mundo terá pela frente o norte-americano Tim Smyczek, número 112 do mundo, que superou o australiano Luke Saville (7/6, 7/5 e 6/4).

Nadal terminou a partida desta segunda-feira com 37 winners contra 20 do seu oponente, além de ter cometido apenas 15 erros não-forçados diante dos 34 do russo. No primeiro set, o espanhol conseguiu quebras de saque no quinto e nono games para vencer a parcial por 6/3.

O segundo set foi ainda mais fácil, com Nadal abrindo 3/0. No oitavo game, ele conseguiu a segunda quebra de saque da parcial para fechá-la em 6/2. No terceiro set, Youzhny resistiu até o sexto game, quando perdeu o seu saque, o que se repetiria no oitavo. Assim, Nadal voltou a aplicar um 6/2 e venceu o seu jogo de estreia no Aberto da Austrália por 3 sets a 0.

Número 2 do mundo, Federer começou a busca pelo seu quinto título do Aberto da Austrália com uma vitória sobre o taiwanês Yen Hsun-Lu, 47º colocado no ranking, por 3 sets a 0, com parciais de 6/4, 6/2 e 7/5, em 1 hora e 53 minutos. Ele vai encarar na segunda rodada o italiano Simone Bolelli, número 48 do mundo, que derrotou o argentino Juan Monaco (6/3, 3/6, 6/3 e 6/1).

Nesta segunda-feira, Federer somou 57 winners e 37 erros não-forçados diante de 22 equívocos e 20 bolas vencedoras do seu oponente. No primeiro set, o suíço conseguiu uma quebra de serviço no quinto game para fazer 6/4. A quebra no quinto game se repetiria no segundo set, que também teve outra, no sétimo.

No terceiro set, Federer encaminhou a sua vitória apenas no 11º game, quando converteu um break point e fez 6/5. Em seguida, confirmou o seu saque para fechar a sua partida de estreia em Melbourne por 3 a 0.

Dono de três vice-campeonatos em Melbourne, Murray superou Yuki Bhambri, 317º colocado no ranking e que veio do qualifying, por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/4 e 7/6 (7/3), em 2 horas e 12 minutos. O adversário do número 6 do mundo na segunda rodada será o australiano Marinko Matosevic, 81º colocado no ranking, que bateu o russo Aleksander Kudryavtsev (6/4, 6/7, 4/6, 7/5 e 6/3).

Nesta segunda-feira, Murray encontrou mais dificuldades do que se imaginava diante de um adversário que fazia o seu jogo de estreia em um Grand Slam. No primeiro set, o britânico abriu 3/1, cedeu o empate, mas venceu por 6/3. A segunda parcial só foi definida com uma quebra de saque no final, enquanto no terceiro set Murray assegurou seu triunfo apenas no tie-break.

OUTROS JOGOS

Também nesta segunda-feira, o checo Tomas Berdych, número 7 do mundo, derrotou o colombiano Alejandro Falla, 101º colocado no ranking, por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 7/6 (7/1) e 6/3, em 1 hora e 54 do mundo. Seu próximo adversário será o austríaco Jurgen Melzer, que eliminou o dominicano Victor Estrella Burgos (6/1, 6/4 e 6/2).

Número 11 do mundo, o búlgaro Grigor Dimitrov precisou de apenas uma hora e nove minutos para vencer o alemão Dustin Brown, 90º colocado no ranking, por 3 sets a 0, com parciais de 6/2, 6/3 e 6/2. Agora, ele vai encarar o eslovaco Lukas Lacko, que bateu o argentino Máximo Gonzalez (4/6, 6/2, 7/5, 6/7 e 6/1).

O sul-africano Kevin Anderson, número 15 do mundo, derrotou o argentino Diego Schwartzman, 59º colocado no ranking, por 3 sets a 1, com parciais de 7/6 (7/5), 7/5, 5/7 e 6/4. Na segunda rodada, ela vai encarar Ricardas Berankis, da Lituânia.

Já o espanhol Tommy Robredo, número 17 do mundo, abandonou o seu jogo de estreia no Aberto da Austrália logo no primeiro set, quando vencia o francês Edouard Roger-Vasselin, 119º colocado no ranking, por 3/2, em razão de dores na coxa direita.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.