Federer e Roddick chegam à semi do Aberto da Austrália

Sem surpresas nas partidas desta terça-feira válidas pelas quartas-de-final do Aberto da Austrália. Roger Federer e Andy Roddick garantiram suas vagas na semi da competição ao bater, respectivamente, Tommy Robredo e Mardy fish. O suíço, número um do mundo, não teve a mesma facilidade que Roddick para derrotar o espanhol Robredo por 6/3, 7/6 (7/2) e 7/5. O norte-americano venceu seu compatriota por um triplo 6/2. Com um primeiro set tranqüilo, tudo indicava que Federer passaria facilmente por Robredo, mas o espanhol engrossou e levou o segundo set ao tie-break, porém, o suíço teve calma e não deu chances ao azar. No terceiro set Federer teve uma oportunidade de quebrar o saque do espanhol no 11.º game. E foi o que ele fez. Robredo foi agressivo e subiu à rede, mas o suíço impôs sua técnica, fechou a partida e encara Roddick na semifinal. O espanhol Rafael Nadal e o chileno Fernando Gonzaléz se enfrentam na outra. Roddick, que foi o melhor do mundo ao fim de 2003, finalmente chega entre os quatro melhores em Melbourne. Em 2003 caiu diante do alemão Rainer Schuettler, e dois anos depois foi derrotado pelo australiano Lleyton Hewitt. "Eu joguei praticamente sem cometer erros", afirmou o norte-americano. "É provavelmente o melhor jogo que já fiz contra ele. Acho que Mardy deveria estar um pouco nervoso no começo e cometeu alguns erros que geralmente não faz." No confronto direto entre Federer e Roddick o suíço leva uma ampla vantagem. Em 13 jogos, o norte-americano venceu apenas uma vez, aliás, no dia 13 de janeiro, só que em um torneio exibição, ou seja, oficialmente, Roddick ainda não bateu Federer. "Vencer o Federer me encoraja, mas é preciso evoluir muito ainda para tentar enfrentá-lo em um jogo oficial", disse Roddick após ser campeão do torneio de Kooyong, na China.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.