Claudio Onorati| AP
Claudio Onorati| AP

Federer vence na estreia e terá promessa austríaca em Roma

Suíço passou pelo alemão Alexander Zverev, por 2 a 0

Estadão Conteúdo

11 de maio de 2016 | 09h33

Roger Federer teve um pouco de trabalho, mas confirmou favoritismo em sua estreia no Masters 1000 de Roma, nesta quarta-feira, ao vencer o alemão Alexander Zverev por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/5, em 1h27min de confronto. Com o triunfo, o tenista suíço avançou às oitavas de final e terá como próximo rival o austríaco Dominic Thiem, que em outro duelo já encerrado no dia derrotou o português João Sousa, com facilidade, por 6/3 e 6/2.

Terceiro cabeça de chave em Roma, Federer voltou a jogar na capital italiana depois de ter ficado fora do Masters 1000 de Madri, na semana passada, por causa de uma lesão nas costas. O recordista de títulos de Grand Slam também está disputando esta importante competição realizada em quadras de saibro após ter assumido a vice-liderança do ranking mundial na última segunda-feira, ultrapassando o britânico Andy Murray, agora terceiro colocado.

Atual vice-campeão do Masters de Roma, Federer defende 600 pontos no ranking pela sua campanha no ano passado, enquanto Murray tem apenas 90 a defender. E os dois tenistas estão juntos com os mesmos 7.525 pontos na listagem da ATP, com o suíço levando vantagem apenas nos critérios de desempate.

Para começar bem sua campanha e aumentar as suas chances de seguir como tenista número 2 do mundo, Federer teve uma atuação sólida no primeiro set, no qual confirmou todos os seus saques e aproveitou uma de duas chances de quebrar o serviço de Zverev, atual 44º colocado do ranking, para fazer 6/3 e abrir vantagem.

Já na segunda parcial a revelação alemã de apenas 19 anos de idade deu mais trabalho a Federer, que chegou a ter o seu saque quebrado por mais uma vez, mas converteu dois de sete break points para aplicar o 7/5 que fechou o confronto.

Rival do suíço nas oitavas de final, Thiem, assim como Zverev, é considerado uma promessa do circuito profissional. Com 22 anos, ele ocupa a 15ª posição do ranking mundial e já chegou a derrotar Rafael Nadal no piso de saibro, na semifinal do Torneio de Buenos Aires deste ano. Portanto, é considerado um adversário perigoso para o vice-líder da ATP, que superou o austríaco em sets diretos no único confronto entre os dois até hoje, realizado também neste ano, no Torneio de Brisbane.

Tudo o que sabemos sobre:
tenisalexander zverevRoger FedererATP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.