Federer estreia com vitória fácil nos EUA; Wawrinka é surpreendido por holandês

Roger Federer precisou jogar apenas 63 minutos para confirmar o seu favoritismo na estreia do Masters 1000 de Indian Wells, na noite deste domingo, nos Estados Unidos. Segundo cabeça de chave da competição, o tenista suíço venceu o argentino Diego Schwartzman por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2.

Estadão Conteúdo

15 Março 2015 | 22h17

Com a vitória, o recordista de títulos de Grand Slam já assegurou classificação à terceira rodada e terá como próximo adversário o italiano Andreas Seppi, que em outro duelo do dia derrotou o romeno Victor Hanescu por 6/4 e 6/3.

Curiosamente, o duelo irá marcar o reencontro de Federer com o seu único algoz nesta temporada. O suíço jogou apenas três torneios neste ano até aqui e, no mais importante deles, foi surpreendido por Seppi, hoje o 33º tenista da ATP, na terceira rodada do Aberto da Austrália. No mais, o vice-líder do ranking mundial acumulou nove vitórias ao total nas campanhas dos títulos dos torneios de Dubai e Brisbane, além dos dois triunfos nas duas primeiras rodadas do Grand Slam em Melbourne.

Para assegurar a revanche com Seppi, Federer exibiu atuação segura diante de Diego Schwartzman. Sem oferecer nenhuma chance de quebra de saque ao rival, converteu seis de nove break points para encaminhar o seu triunfo em sets diretos. Com 82% de aproveitamento dos pontos que disputou com o seu primeiro serviço, ele ainda acumulou oito aces diante do argentino.

WAWRINKA CAI - Se Federer estreou com vitória fácil, o suíço Stan Wawrinka deu vexame em sua estreia em Indian Wells neste domingo. Atual sétimo tenista do ranking mundial, ele foi surpreendido pelo holandês Robin Haase, hoje o 104º da ATP, que venceu por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 3/6 e 6/3.

Wawrinka havia vencido todos os seis duelos anteriores que travou com Haase. E o inesperado resultado credenciou o holandês a encarar na terceira rodada da competição o checo Lukas Rosol, que neste domingo passou pelo eslovaco Martin Klizan por 2 sets a 1, com 4/6, 6/0 e 6/3.

Já o canadense Milos Raonic fez valer a sua condição de sexto cabeça de chave na sua estreia ao bater o italiano Simone Bolelli por 6/3 e 6/4. O próximo rival do atual sexto tenista do mundo será o ucraniano Alexandr Dolgopolov, que eliminou o colombiano Santiago Giraldo com parciais de 6/1 e 7/6 (7/4).

Outro tenista de destaque que estreou com vitória neste domingo foi o búlgaro Grigor Dimitrov, 11º pré-classificado, que sofreu, mas superou a promessa australiana Nick Kyrgios por 7/6 (7/2), 3/6 e 7/6 (7/4).

Outros tenistas que venceram em jogos já encerrados neste domingo em Indian Wells foram o espanhol Roberto Bautista Agut, o alemão Michael Berrer e os norte-americanos Donald Young e Jack Sock.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.