Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Federer faz final com Ferrer nos EUA após bater Raonic

O suíço Roger Federer se garantiu sem grandes dificuldades na decisão do Masters 1000 de Cincinnati, nos Estados Unidos, que será realizada nesta domingo. Na noite de sábado, o número 3 do mundo avançou para a final ao derrotar o canadense Milos Raonic, sétimo colocado no ranking da ATP, por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/3, em 1 hora e 8 minutos.

Estadão Conteúdo

17 de agosto de 2014 | 09h33

No primeiro set da partida, Federer abriu 3/0 com uma quebra de saque no segundo game e venceu a parcial com facilidade por 6/2. O segundo set foi mais equilibrado, com o suíço conseguindo uma quebra de serviço decisiva no oitavo game. Em seguida, Federer confirmou o seu saque para fechar a parcial em 6/3 e o jogo em 2 sets a 0.

Neste domingo, Federer tentará faturar o seu sexto título em Cincinnati - os outros foram conquistados em 2005, 2007, 2009, 2010 e 2012 -, em decisão contra o espanhol David Ferrer, número 6 do mundo, que passou pelo francês Julien Benneteau na outra semifinal.

Além disso, Federer vai buscar o 80º título da sua carreira, sendo o terceiro em 2014, na sua oitava final nesta temporada. Já Ferrer disputará a sua terceira decisão neste ano e tentará levantar o seu segundo troféu nesta temporada.

O suíço lidera o confronto direito com Ferrer por 15 a 0, sendo que o último duelo entre eles foi disputado na semana passada, nas quartas de final do Masters 1000 canadense, em Toronto e definido em três sets. A única final entre eles até a deste domingo foi a do ATP Finals - então Masters Cup - de 2007.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.