Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Samer Al-Rejjal/ AFP
Samer Al-Rejjal/ AFP

Federer leva virada em Doha, mas celebra retorno ao circuito

Tenista suíço foi derrotado por georgiano Nikoloz Basilashvili por 2 sets a 1

Redação, Estadão Conteúdo

11 de março de 2021 | 15h26

Roger Federer levou uma virada do georgiano Nikoloz Basilashvili nesta quinta-feira e se despediu do Torneio de Doha logo após disputar apenas a sua segunda partida no Catar. O suíço, contudo, evitou lamentar a derrota por 2 sets a 1 - 3/6, 6/1 e 7/5 - e comemorou seu bom retorno ao circuito.

"Estou feliz, me sinto bem, um pouco rígido (nos músculos) pela manhã, mas isso é absolutamente normal. Não estou 100% ainda. Posso sentir isso. Estou me reconstruindo. É um passo de cada vez. Estou feliz mesmo com o que senti em quadra", comentou Federer, sem esconder o cansaço.

Sem intervalo para descansar, o suíço disputou duas partidas de três sets em dois dias seguidos. Na quarta, diante do britânico Daniel Evans, Federer fez seu aguardado retorno às competições após 13 meses. Ele não jogava desde o fim de janeiro de 2020, quando se afastou do circuito para fazer duas cirurgias no joelho direito.

Federer disse ter jogado as duas partidas praticamente sem dores. Mas apontou um desconforto no ombro no set final do jogo disputado nesta quinta. "Eu já esperava me sentir assim. Mas no ombro senti um pouco de dor na musculatura, o que não esperava acontecer", afirmou o atual número seis do mundo.

O suíço decidiu fazer seu retorno em Doha porque o torneio tem menor relevância, por ser de nível ATP 250. Seu plano inicial era disputar também o Torneio de Dubai, na próxima semana. Porém, deixou a meta em aberto nesta quinta. Federer também planeja competir no saibro antes de concentrar todas as suas forças na temporada de grama, seu maior objetivo na temporada.

Ainda nesta quinta, em Doha, avançaram o russo Andrey Rublev, com nova desistência do rival, e o americano Taylor Fritz, que eliminou o canadense Denis Shapovalov por 5/7, 6/3 e 7/5.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.