Federer retoma 4º lugar do ranking; brasileiros caem

O Masters 1000 de Miami, finalizado no domingo, movimentou o Top 10 do ranking masculino de tênis. Na lista atualizada nesta segunda-feira, o suíço Roger Federer e o checo Tomas Berdych subiram degraus, enquanto o espanhol David Ferrer e o escocês Andy Murray perderam posições. Os brasileiros também sofreram quedas e Thomaz Bellucci deixou o Top 100.

AE, Agência Estado

31 de março de 2014 | 09h17

Ao alcançar as quartas de final na semana passada, Federer subiu do quinto para o quarto lugar e encostou no compatriota Stanislas Wawrinka. Sem alterar sua posição, o terceiro colocado tem agora apenas 515 pontos de vantagem sobre Federer. O espanhol Rafael Nadal segue na liderança, apesar da derrota na final em Miami. Mas viu a vantagem para Novak Djokovic cair para menos de 2.000 pontos.

Berdych, por sua vez, deixou a sétima posição para alcançar o quinto posto, próximo de Federer. Ele subiu graças ao bom desempenho em Miami, no qual abandonou nas semifinais por problema físico, e também em razão das quedas precoces de Ferrer e Murray. O espanhol caiu do quarto para o sexto lugar, enquanto o escocês perdeu duas colocações e figura agora em 8º.

O Top 10 conta ainda com o argentino Juan Martín del Potro, que ganhou uma posição e subiu para 7º mesmo sem entrar em quadra em Miami. O norte-americano John Isner é o atual nono colocado e o canadense Milos Raonic aparece em 10º. Fora da lista dos primeiros colocados, o maior destaque foi o alemão Benjamin Becker, que avançou 25 postos e figura agora em 68º.

Entre os brasileiros, os quatro tenistas mais bem ranqueados sofreram quedas na nova lista da ATP. Bellucci segue como o número 1 do País, mas deixou o 91º lugar para o 104º. João Souza, o Feijão, perdeu 13 posições (é o atual 140º), Rogério Dutra Silva, 10, e Guilherme Clezar, três. Os dois últimos vão defender o Brasil nos playoffs da Copa Davis, no próximo fim de semana.

Confira os 20 primeiros colocados do ranking:

1º - Rafael Nadal (Espanha), 13.730 pontos

2º - Novak Djokovic (Sérvia), 1.1810

3º - Stanislas Wawrinka (Suíça), 5.740

4º - Roger Federer (Suíça), 5.225

5º - Tomas Berdych (República Checa), 4.720

6º - David Ferrer (Espanha), 4.640

7º - Juan Martin Del Potro (Argentina), 4.260

8º - Andy Murray (Escócia), 3.975

9º - John Isner (EUA), 2.715

10º - Milos Raonic (Canadá), 2.710

11º - Richard Gasquet (França), 2.635

12º - Jo-Wilfried Tsonga (França), 2.615

13º - Fabio Fognini (Itália), 2.340

14º - Tommy Robredo (Espanha), 2.140

15º - Grigor Dimitrov (Bulgária), 2.130

16º - Mikhail Youzhny (Rússia), 2.090

17º - Tommy Haas (Alemanha), 2.075

18º - Kei Nishikori (Japão), 1.985

19º - Kevin Anderson (África do Sul), 1.940

20º - Nicolas Almagro (Espanha), 1.750

104º - Thomaz Bellucci (Brasil), 567

140º - João Souza, Joao (Brasil), 408

157º - Rogério Dutra Silva (Brasil), 368

170º - Guilherme Clezar (Brasil), 313

Tudo o que sabemos sobre:
tênisrankingATP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.