Georgios Kefalas/EFE
Georgios Kefalas/EFE

Federer revela que jogou Wimbledon e US Open com lesão na mão direita

Suíço afirma que se machucou durante treino para a temporada de grama

Estadão Conteúdo

21 Outubro 2018 | 22h34

O motivo do desempenho ruim de Roger Federer nos últimos torneios pode ter sido uma lesão. O tenista revelou ao jornal suíço Tages-Anzeiger que machucou a mão durante um treinamento para a temporada de grama, o que pode ter atrapalhado o seu forehand no US Open e em Wimbledon.

"Eu me machuquei no início da temporada de grama, em um treinamento, e isso me afetou mais do que eu imaginava. Não é uma desculpa, mas realmente complicou para mim no momento do impacto, eu simplesmente não conseguia acertar direito, especialmente na final de Halle e depois em Wimbledon", revelou o atual número 3 do mundo.

O último título do tenista suíço foi o Torneio de Stuttgart, na Alemanha, em julho. Depois da conquista em seu piso favorito, a grama, Federer viu o seu rendimento cair consideravelmente e acumulou derrotas inesperadas.

Federer chegou à final do Torneio de Halle, também na Alemanha, mas perdeu a decisão para o croata Borna Coric. Alguns dias depois, o dono de 20 títulos de Grand Slam caiu nas quartas de final em Wimbledon. Após abrir 2 sets a 0, foi surpreendido e levou a virada do sul-africano Kevin Anderson.

O tenista ficou um mês longe das quadras e voltou no Masters 1000 de Cincinnati, em agosto, quando chegou em outra final e desta vez foi superado pelo sérvio Novak Djokovic em sets diretos, em uma performance ruim, bem abaixado do que o suíço costuma apresentar. No US Open, último Grand Slam do ano, foi derrotado nas oitavas de final pelo australiano John Millman, atual número 33 do ranking da ATP.

O problema na mão, garante Federer, já passou. Ele diz que está bem fisicamente e reencontrou o ritmo ideal. "Eu me senti muito melhor na Copa Laver (torneio de exibição), joguei sem dor e sem pensar na minha mão. Acho que encontrei meu ritmo novamente em Xangai", garantiu Federer, que caiu no Masters 1000 chinês na semifinal, em novo revés para Coric.

Roger Federer joga em casa nesta semana o ATP 500 da Basileia, um dos seus torneios favoritos no ano e do qual ele é o atual campeão. O suíço estreia contra o sérvio Filip Krajinovic, que foi derrotado no único duelo entre eles, por 2 sets a 0, no Masters 1000 de Indian Wells deste ano.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.