Federer sofre, mas supera Almagro e avança em Miami

Depois de um primeiro set disputado, o suíço Roger Federer, cabeça-de-chave número 1, alcançou às oitava-de-final do Masters Series de Miami ao derrotar nesta segunda-feira o espanhol Nicolas Almagro por 2 a 0, com parciais de 7/5 e 6/3. O líder da Corrida dos Campeões e do ranking de entradas é o atual bicampeão da competição norte-americana.Este foi o terceiro confronto entre os dois atletas pelo circuito da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), todos vencidos por Federer. Apesar da supremacia, o suíço sempre teve dificuldades para bater o adversário. No Grand Slam de Roland Garros, em 2005, ele passou pelo atual 34.º do mundo por 3 a 0 depois de ganhar um set no tie-break. Já no Masters de Roma, na temporada passada, Federer ganhou apertado do espanhol por 2 a 1.Com a vitória sobre Almagro, Federer vai reencontrar o seu algoz no Masters Series Indian Wells, o argentino Guillermo Cañas. O tenista sul-americano acabou com a invencibilidade de 41 partidas do suíço ao batê-lo no dia 11 de março. Cañas, que já superou o número 1 do mundo em duas ocasiões - também venceu no Torneio de Montreal (2002) -, passou pelo francês Richard Gasquet por 2 a 0, com 7/6 (7/3) e 6/3.Em outra partida da rodada, o russo Nikolay Davydenko, quarto cabeça-de-chave, foi surpreendido ao ser eliminado pelo norte-americano Amer Delic (89.º do mundo) por 2 sets a 0, com 7/6 (7/5) e 6/3. O anfitrião pega na próxima fase o argentino Juan Ignacio Chela, que ganhou do checo Tomas Berdych por 2 a 0, com 6/4 e 7/6 (8/6).Já o espanhol Tommy Robredo, sexto pré-classificado, avançou ao passar pelo alemão Florian Meyer com duplo 6/4. Seu adversário na disputa por uma vaga nas quartas-de-final será o checo Radek Stepanek, que eliminou o colombiano Alejandro Falla por 2 sets a 0, com 6/3 e 6/2.O croata Ivan Ljubicic, atual sétimo colocado do ranking mundial, teve trabalho, mas passou pelo francês Fabrice Santoro. As parciais foram de 3/6, 6/3 e 6/4. Agora, ele enfrenta o vencedor do jogo entre David Nalbandian e Jarkko Nieminen.Atualizada às 21h57

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.