Johannes Eisele / AFP
Johannes Eisele / AFP

Federer sofre, mas vence jovem russo na estreia no Masters de Xangai

Número dois do mundo irá enfrentar espanhol Roberto Baustista Agut na próxima fase

Estadão Conteúdo

10 Outubro 2018 | 12h10

O suíço Roger Federer sofreu mais do que esperava para vencer em sua estreia no Masters 1000 de Xangai, na China, nesta quarta-feira. O tenista número dois do mundo precisou de quase duas horas para superar o jovem russo Daniil Medvedev, de 22 anos, pelo placar de 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 4/6 e 6/4.

Atual campeão na quadra dura e rápida de Xangai, Federer teve dificuldades desde o início da partida. Ele faturou uma quebra de saque logo no primeiro game da partida e abriu 2/0. Mas o rival, 22º do ranking, devolveu a quebra na sequência e virou para 3/2. O duelo seguiu equilibrado até o favorito converter seu segundo set point ao faturar nova quebra.

Na segunda parcial, Federer oscilou em quadra e, quando sacava para empatar o set em 5/5, vacilou e sofreu a quebra, no único break point que concedeu na parcial. No set decisivo, o suíço precisou salvar um break point no início para se manter no jogo e aproveitou um momento de hesitação do rival para obter a quebra decisiva no nono game para fechar o duelo.

O vice-líder do ranking terminou o jogo com 38 bolas vencedoras, contra 28 do russo, no primeiro confronto entre eles no circuito. Mas cometeu mais erros não forçados: 27 a 23. O triunfo garantiu o suíço nas oitavas de final. E manteve sua busca pelo bicampeonato, necessário para sustentar a segunda colocação do ranking. Em caso de insucesso, ele será superado pelo sérvio Novak Djokovic.

Nas oitavas, Federer vai duelar com o espanhol Roberto Bautista Agut, que avançou ao derrotar o norte-americano Mackenzie McDonald também por 2 a 1, com parciais de 3/6, 6/4 e 6/1. Se confirmar o favoritismo, o suíço poderá cruzar com o japonês Kei Nishikori nas quartas de final.

Oitavo cabeça de chave, Nishikori contou com uma forte reação para vencer de virada nesta quarta. Ele despachou o local Yibing Wu por 2 a 1, com parciais de 3/6, 6/0 e 6/3. Na sequência, o tenista asiático vai enfrentar o norte-americano Sam Querrey, que desbancou o compatriota Taylor Fritz por 6/3, 6/7 (4/7) e 7/5.

Outros dois cabeças de chave avançaram nesta quarta. Vice-campeão do Torneio de Pequim, no fim de semana, o argentino Juan Martín del Potro bateu o francês Richard Gasquet por 7/5 e 7/6 (9/7), em sua estreia. Recuperado de uma gripe que prejudicou o seu desempenho na semana passada, o terceiro cabeça de chave vai encarar agora o croata Borna Coric.

Já o alemão Alexander Zverev, quarto pré-classificado, eliminou o georgiano Nikoloz Basilashvili, o surpreendente campeão do Torneio de Tóquio no fim de semana, por 7/5 e 6/4. Seu próximo adversário será o australiano Alex De Minaur, que venceu o francês Benoit Paire por 6/4 e 6/3.

Sem entrar em quadra nesta quarta, Novak Djokovic conheceu seu próximo rival. Será o italiano Marco Cecchinato, seu algoz em Roland Garros. O tenista da Itália superou o sul-coreano Hyeon Chung por 4/6, 7/6 (7/5) e 7/6 (7/5).

Ainda nesta quarta-feira, o britânico Kyle Edmund venceu o italiano Andreas Seppi por 6/3 e 6/4, enquanto o sul-africano Kevin Anderson bateu o casaque Mikhail Kukushkin por 6/3 e 6/2. E o grego Stefanos Tsitsipas despachou o russo Karen Khachanov por 6/4, 7/6 (10/8).

 
Mais conteúdo sobre:
tênis Roger Federer Daniil Medvedev

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.