Federer sofre para ganhar em sua estréia na temporada 2007

O suíço Roger Federer, melhor tenista do mundo na atualidade, teve que se desdobrar em quadra para conseguiu vencer em sua estréia na temporada 2007. Em jogo válido por um torneio de exibição em Melbourne, na Austrália, Federer derrotou o checo Radek Stepanek por 2 sets a 1, mas com todas as parciais em tie-break - 7/6 (7/2), 6/7 (4/7) e 7/6 (7/5). "Jogar uma partida tão longa como essa é bom porque me dá muitas informações sobre o que posso melhorar e o que já está bom. Concentração é fator mais importante agora", contou.Com a decisão de não começar o ano no Torneio de Doha (Qatar), que venceu em 2005 e 2006, Federer está usando o torneio amistoso em Melbourne para se preparar para defender o título do Aberto da Austrália, o primeiro Grand Slam da temporada. "Estou verificando tudo, jogo a jogo, o que está melhorando. Sei que estou no começo, então tento me manter focado e não ficar frustrado com alguns erros. No final, conseguirei chegar ao meu 100%", afirmou.O próximo adversário de Federer será o russo Marat Safin, que derrotou de virada o argentino David Nalbandian por 2 sets a 1 - com parciais de 5/7, 6/1 e 6/2. Após a derrota, Nalbandian anunciou sua desistência da competição por causa de dores no joelho. O chileno Fernando González já foi anunciado como o seu substituto.Atual campeão do torneio de exibição, o norte-americano Andy Roddick ganhou do alemão Tommy Haas por 2 sets a 0 - com parciais de 6/2 e 6/3 -, mas recebeu a triste notícia de que não terá seu técnico, Jimmy Connors, durante o Aberto da Austrália. Connors teve que voltar rapidamente para os Estados Unidos por causa da morte de sua mãe.No complemento da rodada desta quarta, o britânico Andy Murray, que promete ser uma das sensações desta temporada, venceu o croata Ivan Ljubicic por 2 sets a 0 - com parciais de 6/4 e 6/2. A vitória de Murray foi uma espécie de vingança pela derrota na final do Torneio de Doha, no último domingo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.