REUTERS/Arnd Wiegmann
REUTERS/Arnd Wiegmann

Federer sua, mas bate belga e vai à semifinal do Torneio da Basileia

Suíço teve muita dificuldade para derrotar David Goffin

Estadão Conteúdo

30 de outubro de 2015 | 20h57

O suíço Roger Federer encontrou bastante dificuldade, mas contou com o apoio da torcida da casa para eliminar o belga David Goffin e avançar às semifinais do Torneio da Basileia, em seu país. Cabeça de chave número 1, ele confirmou o favoritismo nesta sexta-feira ao fazer 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 3/6 e 6/1, em 1h37min de partida.

Com o resultado, Federer segue firme e com amplo favoritismo na briga pelo seu sétimo título na Basileia. Para alcançá-lo, ele precisará superar uma zebra nas semifinais. O número 3 do ranking terá pela frente o norte-americano Jack Sock, 29.º do mundo, que eliminou nas quartas seu compatriota Donald Young.

Nesta sexta, Federer encontrou bastante dificuldade no início. Em meio a um primeiro set extremamente disputado, salvou os dois break points que cedeu e mostrou o poder de decisão que lhe é peculiar para confirmar a única chance de quebra que teve. Assim, arrancou para a vitória.

Mas na segunda parcial, Goffin, número 17 do mundo, conseguiu responder. Na base da vontade, se animou, e aí foi ele quem aproveitou os dois break points que teve para fechar. Quando parecia que o jogo pendia para seu lado, no entanto, o belga fraquejou, deu espaço para Federer se recuperar em um tranquilo triunfo no set de desempate.

Se passar por Sock, Federer fará simplesmente sua 11.ª final no Torneio da Basileia. Do outro lado da chave, estão dois dos outros favoritos da competição. Cabeças de chave número 3 e 5, respectivamente, o espanhol Rafael Nadal e o francês Richard Gasquet duelam por uma vaga na decisão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.