David Kapernick/EFE
David Kapernick/EFE

Federer vence fácil Dimitrov e faz final com Raonic em Brisbane

Se o suíço conquistar o torneio, ele atingirá os 1000 triunfos na carreira, feito só alcançado por Jimmy Connors e Ivan Lendl

Estadão Conteúdo

10 de janeiro de 2015 | 10h25

O suíço Roger Federer só precisou de 53 minutos para se garantir na decisão do Torneio de Brisbane, ATP 250 disputado em quadras rápidas. Neste sábado, pelas semifinais da competição australiana, o número 2 do mundo derrotou o búlgaro Grigor Dimitrov, 11.º colocado no ranking, por 2 sets a 0, com um duplo 6/2.

Após precisar de uma virada para vencer na sua estreia em Brisbane, diante do australiano John Millman, Federer não encontrou dificuldades nas suas partidas seguintes, tanto que na última sexta-feira só perdeu um game e precisou de apenas 40 minutos para vencer o australiano James Duckworth, se classificando às semifinais.

O triunfo deste sábado foi o terceiro de Federer em três duelos com Dimitrov. Além disso, levou o suíço a alcançar a marca de 999 vitórias na sua carreira. Assim, se Federer for campeão do Torneio de Brisbane neste domingo, ele atingirá os 1000 triunfos na carreira, feito só alcançado por Jimmy Connors e Ivan Lendl.

Vice-campeão desse ATP 250 australiano no ano passado, quando foi derrotado pelo local Lleyton Hewitt na decisão, Federer vai buscar o 83.º título da sua carreira e o primeiro de 2015 diante do canadense Milos Raonic, que teve bem mais trabalho para avançar neste sábado em Brisbane, numa semifinal definida em três tie-breaks.

Número 8 do mundo, Raonic derrotou o japonês Kei Nishikori, quinto colocado no ranking, por 2 sets a 1, com parciais de 6/7 (4/7), 7/6 (7/4) e 7/6 (7/4), em 2 horas e 33 minutos. Para triunfar, o canadense contou com o seu poderoso saque ao disparar 34 aces contra apenas seis de Nishikori.

Federer chega para a decisão em vantagem de 7 a 1 no confronto direto com Raonic, incluindo a vitória no último duelo, na fase de grupos do ATP Finals do ano passado, em Londres. O único triunfo do canadense foi nas quartas de final do Masters 1000 de Paris de 2014. A final do Torneio de Brisbane entre Federer e Raonic está prevista para começar às 7 horas (de Brasília) deste domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.