Federer volta de descanso para vencer no Masters de Madri

Tenista suíço joga bem e bate o checo Radek Stepanek por 2 sets a 0 na Espanha, com parciais de 6/3 e 7/6

Ben Harding, Reuters

15 de outubro de 2008 | 20h36

Com uma vitória por 2 sets a 0 (6/3 e 7/6) sobre o checo Radek Stepanek, o tenista suíço Roger Federer passou para a terceira rodada do Masters Series de Madri nesta quarta-feira, depois de um descanso de três semanas. Já o terceiro cabeça-de-chave Novak Djokovic bateu o romeno Victor Hanescu, enquanto o russo Nikolay Davydenko, quinto cabeça-de-chave do torneio, foi eliminado pelo norte-americano Robby Ginepri. Em seu confronto, Federer não teve dificuldades para fechar o primeiro set, mas o número 30 no ranking da ATP reagiu no segundo set - perdendo apenas um ponto em seu primeiro serviço - e abriu a vantagem no set com um sensacional drop shot. Dois pontos depois, o checo estava ainda em melhor condição, vencendo por 5 a 3, mas não conseguiu segurar a pressão de Federer, que levou o jogo para o tiebreak e venceu depois de uma hora e 26 minutos. "Acho que me movimentei com elasticidade. Minha sensação era positiva e confiante, o que são coisas boas em uma primeira partida que tende a ser bem traiçoeira", disse Federer. Agora, ele vai enfrentar o francês Jo-Wilfried Tsonga, que venceu o espanhol Marcel Granollers-Pujol por 2 sets a 1, com parciais de 3/6, 6/3 e 7/6.Já o sérvio Djokovic enfrenta na terceira rodada o croata Ivo Karlovic depois de uma dura partida contra Hanescu. O romeno, número 73 do mundo foi forçado a se retirar com uma lesão na virilha quando o jogo estava 1 set a 1. Djokovic vencia o terceiro set por 3 a 1. A derrota de Davydenko por 2 a 1 (4/6, 6/4 e 6/4) foi um grande golpe para o russo, que busca uma das quatro vagas restantes na próxima Masters Cup, que só terá oito participantes, em Xangai, no mês que vem. Ginepri enfrenta agora o francês Gilles Simon, que eliminou o 11.º cabeça de chave, James Blake, na terça-feira. Em outra zebra do dia, o espanhol David Ferrer, sexto cabeça-de-chave da competição, foi eliminado por seu compatriota Feliciano Lopez, que se encontra 35 posições abaixo que Ferrer no ranking da ATP.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.