Feijão, Julio e Rogério vencem no qualificatório de Roland Garros

Hocevar, Thiago Alves e Fernando Romboli foram derrotados e já deram adeus ao Grand Slam

AE, Agência Estado

17 de maio de 2011 | 17h00

PARIS - Seis tenistas brasileiros entraram em quadra nesta terça-feira pelo qualifying de Roland Garros, Grand Slam que começa no próximo domingo, em Paris. Entre eles, João Souza, o Feijão, Rogério Dutra Silva e Julio Silva venceram seus jogos e mantiveram a esperança de entrar na chave principal do torneio, enquanto Ricardo Hocevar, Thiago Alves e Fernando Romboli foram derrotados e já deram adeus na capital francesa.

Brasileiro de melhor ranking a integrar o qualificatório para Roland Garros, Feijão, o 128.º colocado da ATP e tenista número 3 do País, estreou com vitória sobre o húngaro Attila Balazs por 2 sets a 0, com duplo 6/3. Com isso, ele jogará na próxima rodada contra o chileno Jorge Agular, que passou pelo espanhol Guillermo Alcaide por 7/6 (7/5) e 6/2.

Já Rogério Dutra Silva, atual 142.º do mundo, começou o qualifying com um triunfo sobre o francês Gregoire Burquier por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/3) e 7/6 (7/3). Com isso, se credenciou para jogar na segunda rodada contra o belga Steve Darcis, que nesta terça sofreu para bater o monegasco Jean-René Lisnard por 2 sets a 1, de virada, com 6/7, 7/5 e 9/7.

Julio Silva, por sua vez, teve grande dificuldade para se manter vivo por uma vaga na chave principal. Ele derrotou o francês Albano Olivetti por 2 sets a 1, também de virada, com parciais de 6/7 (6/8), 6/3 e 10/8. Agora, porém, precisará evoluir a qualidade do seu jogo para chegar à terceira rodada, pois terá pela frente em seu próximo confronto o polonês Lukasz Kubot, 11.º cabeça de chave do quali e 116.º do mundo, que bateu o canadense Peter Polansky por 2 a 1, com 6/7 (3/7), 6/1 e 6/0.

Entre os brasileiros derrotados, Fernando Romboli e Thiago Alves deram adeus rapidamente a Roland Garros. O primeiro deles levou duplo 6/1 do checo Lukas Rosol, em apenas 48 minutos, enquanto o segundo abandonou, por lesão, a sua partida contra o russo Evgeny Donskoy logo no quinto game, quando perdia por 3 a 2.

Já Ricardo Hocevar fez um papel honroso ao vender caro uma derrota ao norte-americano Alex Bogomolov Jr., cabeça de chave número 1 do qualificatório, que precisou jogar três sets para despachar o brasileiro com parciais de 6/3, 2/6 e 9/7.

Torneio de Nice. Se em Roland Garros apenas 50% dos tenistas brasileiros do qualifying seguem vivos na luta por uma vaga na chave principal, no ATP 250 de Nice apenas Bruno Soares e Marcelo Melo seguem representando o País no torneio de duplas da competição.

Cabeças de chave número 1 da competição, eles bateram a parceria formada pelo usbeque Denis Istomin e o holandês Rogier Wassen por 2 sets a 1, com 6/7 (5/7), 6/3 e 10/5, nesta terça. Com isso, Melo e Soares terão pela frente na segunda rodada o alemão Dustin Brown e o norte-americano Travis Rettenmaier, que estrearam derrotando o brasileiro Tiago Fernandes e o francês Benoit Paire com parciais de 7/5 e 6/4.

Já a outra dupla do País que entrou na disputa, formada por André Sá e Franco Ferreiro, foi eliminada logo na estreia pelo israelense Jonathan Erlich e o australiano Paul Hanley por 2 sets a 0, com 7/6 (7/5) e 6/4.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.