Juan Mabromata/AFP
Juan Mabromata/AFP

Feijão pegará Berlocq na abertura pela Davis contra a Argentina

Pelo Grupo Mundial, duelo acontecerá em Buenos Aires nesta sexta

Estadão Conteúdo

05 Março 2015 | 12h13

Um sorteio realizado nesta quinta-feira em Buenos Aires definiu a ordem das partidas do confronto entre Argentina e Brasil pela primeira rodada do Grupo Mundial da Copa Davis em 2015, que acontecerá na capital argentina. E caberá ao melhor tenista brasileiro no ranking da ATP, João Souza, o Feijão, iniciar o duelo diante de Carlos Berlocq, nesta sexta-feira às 11 horas (de Brasília).

Ainda na sexta, Thomaz Bellucci estreará no confronto diante de Leonardo Mayer, logo após a primeira partida do dia. No sábado, será a vez das duplas. Marcelo Melo e Bruno Soares encararão Federico Delbonis e Diego Schwartzman às 13 horas. Por fim, no domingo, quem entra em quadra primeiro novamente é Feijão, diante de Mayer, às 11 horas. Na sequência, Bellucci duela com Berlocq.

Nas duplas, o favoritismo é todo brasileiro, uma vez que os representantes do País têm ranking bem superior aos dos adversários. Marcelo Melo (terceiro entre os duplistas na ATP) e Bruno Soares (12.º) são esperança de ponto em Buenos Aires diante de Delbonis (241.º) e Schwartman (74.º).

Em simples, a situação se inverte e Mayer (29.º) e Berlocq (67.º) têm o favoritismo nas partidas diante de Feijão (75.º) e Bellucci (87.º). A esperança, então recai sobre Feijão, que vive grande momento.

O brasileiro atravessou as duas melhores semanas da carreira em fevereiro, no Brasil Open e no Rio Open, nos quais chegou, respectivamente, às semifinais e às quartas. O desempenho fez Feijão ocupar o posto de número 1 do País, ultrapassando Thomaz Bellucci, que não vive boa fase, mas foi o grande herói do último triunfo brasileiro na Davis, contra a poderosa Espanha, no ano passado. O resultado garantiu a equipe no Grupo Mundial em 2015.

Feijão e Mayer se enfrentaram no Brasil Open e o brasileiro levou a melhor. O argentino, aliás, não atravessa bom momento e foi eliminado em Buenos Aires, na semana passada, diante do compatriota Juan Monaco. Já Berlocq chegou até às semifinais na competição argentina, na qual caiu diante de Rafael Nadal.

Mais conteúdo sobre:
tênis Copa Davis Brasil Argentina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.