Divulgação
Divulgação

Feijão sobe 22 posições e entra no top 100 após semi no Brasil Open

Segundo do País, João Souza começa a semana na 88ª posição; Bellucci, eliminado na estreia em São Paulo, caiu uma e é 64º

Estadão Conteúdo

16 de fevereiro de 2015 | 10h34

A boa e surpreendente campanha no Brasil Open, disputado em São Paulo ao longo da última semana, se refletiu em uma significativa ascensão de João Souza, o Feijão, no ranking da ATP. Na atualização divulgada nesta segunda-feira, o jogador aparece na 88.ª colocação, subindo 22 posições.

Se o título não veio, após a queda nas semifinais para o italiano Luca Vanni, talvez na única partida em que entrou como favorito, Feijão pôde comemorar a entrada no Top 100. Ele também ficou mais próximo de sua melhor colocação na carreira (84.º lugar) e de Thomaz Bellucci, ainda o tenista número 1 do Brasil, que é o 64.º.

Ao contrário de Feijão, aliás, Bellucci caiu uma posição nesta atualização, após perder na estreia do Brasil Open para Martin Klizan. Os dois brasileiros agora disputarão outro torneio em casa, o Rio Open, esta semana. Bellucci terá a dificílima missão de encarar o cabeça de chave número 1, Rafael Nadal, na estreia. Já Feijão duela com o argentino Facundo Arguello, 150.º do ranking.

Entre os primeiros colocados do ranking, somente uma mudança. Stan Wawrinka deixou a oitava posição e subiu para a sétima, após a conquista do Torneio de Roterdã. Ele ultrapassou justamente quem derrotou na final na Holanda, o checo Tomas Berdych, que agora é o oitavo.

Semifinalista em Roterdã, o francês Gilles Simon subiu duas posições e agora é o 17.º, deixando Tommy Robredo e John Isner para trás. Já o campeão do Brasil Open, o uruguaio Pablo Cuevas, ganhou nove posições, saltando de 32.º para 23.º. Grande surpresa em São Paulo, o italiano Luca Vanni, derrotado por Cuevas na decisão, ganhou 41 lugares e começa a semana em 108.º.

Confira o ranking da ATP:

1.º - Novak Djokovic (SER) - 13.045 pontos

2.º - Roger Federer (SUI) - 9.205

3.º - Rafael Nadal (ESP) - 5.745

4.º - Andy Murray (GBR) - 5.460

5.º - Kei Nishikori (JAP) - 5.205

6.º - Milos Raonic (CAN) - 4.980

7.º - Stan Wawrinka (SUI) - 4.550

8.º - Tomas Berdych (RCH) - 4.460

9.º - David Ferrer (ESP) - 3.865

10.º - Marin Cilic (CRO) - 3.690

11.º - Grigor Dimitrov (BUL) - 3.465

12.º - Jo-Wilfried Tsonga (FRA) - 2.495

13.º - Ernests Gulbis (LET) - 2.330

14.º - Feliciano López (ESP) - 2.325

15.º - Kevin Anderson (AFS) - 2.230

16.º - Roberto Bautista Agut (ESP) - 1.975

17.º - Gilles Simon (FRA) - 1.890

18.º - Tommy Robredo (ESP) - 1.800

19.º - John Isner (EUA) - 1.765

20.º - David Goffin (BEL) - 1.659

64.º - Thomaz Bellucci (BRA) - 771

88.º - João Souza (BRA) - 576

173.º - André Ghem (BRA) - 295

218.º - Fabiano de Paula (BRA) - 224

230.º - Guilherme Clezar (BRA) - 211

275.º - Rogério Dutra Silva (BRA) - 175

Tudo o que sabemos sobre:
tênisJoão SouzaATP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.