Ferrer é eliminado e Wawrinka avança na Malásia

O português João Sousa provocou uma grande surpresa nas quartas de final do Torneio de Kuala Lumpur. Nesta sexta-feira, o número 77 do mundo avançou às semifinais do ATP 250 malaio ao vencer o espanhol David Ferrer, principal cabeça de chave e quarto colocado no ranking, por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 7/6 (8/6), em 1 hora e 38 minutos.

AE, Agência Estado

27 de setembro de 2013 | 13h05

O triunfo desta sexta confirma o bom momento de Sousa. O tenista português vai disputar a segunda semifinal da sua carreira e em semanas seguidas, pois também avançou até essa fase no Torneio de São Petersburgo. Agora, repete a campanha em Kuala Lumpur após obter a maior vitória da sua carreira.

Nesta sexta, Sousa dominou o duelo diante de Ferrer e conseguiu duas quebras de serviço para vencer o primeiro set por 6/2. Com nova quebra na segunda parcial, chegou a sacar para fechar o jogo em 5/4, mas perdeu o seu serviço. Assim, o duelo seguiu para o tie-break, vencido pelo tenista português.

Em busca de sua primeira final, Sousa terá que derrotar outro cabeça de chave em Kuala Lumpur. O português vai encarar o austríaco Jurgen Melzer, quarto pré-classificado e número 26 do mundo, que derrotou nesta sexta o argentino Federico Delbonis, 59º colocado no ranking, por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2, em 1 hora e 19 minutos.

Se Ferrer foi eliminado, outro favorito ao título segue firme no Torneio de Kuala Lumpur. Cabeça de chave número 2, o suíço Stanilas Wawrinka, 10º colocado no ranking, enfrentou dificuldades, mas conseguiu avançar com uma vitória de virada sobre o russo Dmitry Tursunov, número 36 do mundo e sexto pré-classificado, por 2 sets a 1, com parciais de 2/6, 6/3 e 7/6 (7/3), em 2 horas e 4 minutos.

Neste sábado, Wawrinka tentará se classificar para a sua quinta final nesta temporada. O suíço vai disputar uma vaga na decisão contra o francês Julian Benneteau, 33º colocado no ranking e quinto cabeça de chave. Nesta sexta, ele derrotou o compatriota Adrian Mannarino, número 62 do mundo, por 2 sets a 0, com um duplo 6/3, em 1 hora e 22 minutos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.